Atenção:

Para navegar no site habilite o "JavaScript" em seu navegador (browser) de internet!
 
 
 
Destaques
 
Notícias Online
 
  buscar notícias:
 
19/08/2015
Cidade de São Paulo terá estudo inédito para planejamento do turismo

Levantamento sobre Demanda Turística está sendo realizado desde junho e trará diagnóstico completo sobre o turista que vem para a capital

Entre os meses de junho e novembro de 2015 a São Paulo Turismo (SPTuris, empresa municipal de turismo e eventos) tem um novo desafio: realizar por meio do seu Observatório de Turismo e Eventos (núcleo de estudos e pesquisas), um levantamento inédito e detalhado para revelar o perfil do visitante que vem para São Paulo, seus hábitos de consumo e a avaliação que ele faz da cidade enquanto está em solo paulistano. O estudo será utilizado como base para planejamento de ações estratégicas relacionadas ao segmento de turismo na cidade.

Em junho a pesquisa foi realizada em algumas das principais rodovias que circundam a cidade: Castelo Branco, Régis Bittencourt e Fernão Dias. No mês de julho, a Rodovia dos Imigrantes foi alvo dos pesquisadores. As entrevistas foram realizadas em postos de serviços do Graal e Frango Assado.

Para o secretário municipal para Assuntos de Turismo e presidente da SPTuris, Wilson Poit, o estudo era bastante aguardado e veio em boa hora. "Esse levantamento estava em nosso planejamento há bastante tempo, pois era uma demanda do setor. Iniciamos em um período estratégico e até o final do ano, vamos ter um verdadeiro raio x de quem vem para São Paulo. Além disso, teremos as impressões dos residentes que também são muito valiosas", afirma.

Castelo Branco, Régis Bittencourt e Fernão Dias

A pesquisa nas rodovias Castelo Branco, Régis Bittencourt e Fernão Dias foi realizada entre os dias 17 e 24 de junho com a aplicação de 1.200 questionários. A maioria dos usuários são homens (73,2%), assalariados com registro (37%), com idade entre 30 e 39 anos (29%), ensino médio completo (33%) e renda de R$ 3,9 mil a R$ 7,8 mil.

Quanto à avaliação da cidade, opções de compras, opções gastronômicas, atrativos culturais e hospedagem foram os itens que mais se destacaram como ótimo ou bom entre os entrevistados, marcando respectivamente, 92%, 88%, 82% e 81%. A hospitalidade do paulistano também foi reconhecida como ótimo/ boa para quase 60%. Quando indagado o que São Paulo tem de melhor, as principais respostas foram: gastronomia, negócios, compras, cultura e lazer.

São Paulo é o principal emissor de turistas para destinos nacionais e para saber mais a fundo quem são esses moradores que partem em viagens, eles também foram entrevistados e os principais apontamentos foram: permanência média de 2,5 dias no destino, o gasto médio diário por pessoa durante a viagem de R$ 107, ou R$ 267 no período.

Quem são os visitantes - Castelo Branco, Régis Bittencourt e Fernão Dias

No levantamento exclusivo com visitantes (903 dos 1.200) os homens (72%) com ensino médio completo (35%), assalariado com registro (37%) e faixa de renda entre R$ 3,9 mil a R$ 7,8 mil, são maioria. Entre as motivações da viagem para São Paulo estão negócios (56%), lazer (22%), visita a amigos/parentes (12%), eventos como shows e espetáculos (4%) e saúde (3%).

Outro dado interessante revela que na maioria das vezes o visitante vem sozinho (36%) a capital. A permanência média é de 2,5 dias e o gasto médio diário, por pessoa é de R$ 226, ou R$ 566 no período. Este valor foi investido respectivamente em alimentação (41%), transporte (24%), compras (16%), hospedagem (9%) e lazer (6%).Quando perguntado se o visitante pretende voltar a cidade, 95% respondeu que sim. E os atrativos mais visitados foram:

- 25 de março
- Parque do Ibirapuera
- Avenida Paulista
- Mercado Municipal
- Masp

Avaliações da cidade

- Hospedagem - 82 % boa/ ótima
- Táxis - 58% boa/ ótima
- Atrativos culturais - 84% boa/ ótima
- Opções gastronômicas - 87%
- Opções de compras - 92% boa/ ótima
- Hospitalidade da população - 60% boa/ ótima
- Avaliação geral da cidade - 59% boa/ ótima
- Principais atividades realizadas na cidade - 26% gastronomia, 24% compras, 12% visita a parentes e amigos, 8% bares e casas noturnas.

Rodovia dos Imigrantes

A pesquisa na rodovia que liga São Paulo ao litoral sul, foi realizada entre os dias 13 e 19 de julho e teve aplicação de 400 questionários. A maioria dos respondentes era homem (71%), com idade entre 30 e 39 anos (27,8%) com ensino superior completo (45,3%).

De modo geral a avaliação da cidade foi considerada boa ou ótima para 60% dos entrevistados. Entre os serviços, as opções de compras na cidade tiveram avaliação boa ou ótima para 93%, e a mesma classificação foi observada nos seguintes quesitos: opções gastronômicas (91%), atrativos culturais (81%), hospedagem (81%), táxis (60%) e hospitalidade da população (55%).

Entre os residentes (88 dos 400), que saem da cidade para visitar outros destinos, os principais motivos são: lazer (47%) e negócios (45%), além disso, a permanência média planejada é de 2,4 dias com gasto médio diário de R$ 71,85 durante a viagem.

Quem são os visitantes - Imigrantes

No levantamento exclusivo com visitantes (312 dos 400) que percorreram a Rodovia dos Imigrantes, o carro foi o meio de transporte mais utilizado (92%) também pela maioria dos homens (73%), com idade entre 30 e 39 anos (28,5%). A motivação principal foi negócios (51%) e a maioria dos motoristas viajou sozinho (36,2%). A permanência média planejada para a viagem é de 1,3 dias e o gasto médio diário por pessoa durante o passeio em São Paulo foi de R$ 124,98, investidos em alimentação (37,8%), transporte (35,3%), compras (11,2%), lazer (5,4%) e hospedagem (3,5%).

Quando perguntado se o visitante pretende voltar a cidade, 66% respondeu que sim. E os atrativos mais visitados foram:

- Avenida Paulista
- Parque do Ibirapuera
- 25 de março
- Masp
- Mercado Municipal

Avaliações da cidade:

- Hospedagem - 80 % boa/ ótima
- Táxis - 61% boa/ ótima
- Atrativos culturais - 84% boa/ ótima
- Opções gastronômicas - 91,8%
- Opções de compras - 92% boa/ ótima
- Hospitalidade da população - 56% boa/ ótima
- Avaliação geral da cidade - 60% boa/ ótima
- Principais atividades realizadas na viagem - 32% gastronomia, 27% compras, 13% visita a parentes e amigos, 5% visita a centros médicos e 3% bares e casas noturnas.

Após as análises, todos os documentos da pesquisa estarão disponíveis no site do Observatório de Turismo e Eventos.

Fonte: Maxpress
 


Últimas Notícias 
24/11/2017
» UBM Brazil e Abimaq firmam parceria estratégica para a Intermodal South America
24/11/2017
» Katsuhiro Harada, diretor de Tekken, é o primeiro convidado internacional confirmado para a Brasil Game Show 2018
24/11/2017
» Gastos de estrangeiros crescem 6,69% em outubro
24/11/2017
» Autores confirmados para a 18ª Feira Nacional do Livro de Ribeirão
24/11/2017
» Pequenos Negócios geraram 463 mil empregos no ano
mais...
  buscar notícias: