Atenção:

Para navegar no site habilite o "JavaScript" em seu navegador (browser) de internet!
 
 
 
Destaques
 
Notícias Online
 
  buscar notícias:
 
31/08/2015
Plataforma de Gestão Agropecuária é instituída pelo ministério

Ferramenta permitirá acompanhar trânsito animal e vegetal, rastreabilidade e fiscalização. A plataforma foi instituída pela Instrução Normativa nº 23

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) instituiu nesta sexta-feira (28) a Plataforma de Gestão Agropecuária (PGA), sistema público informatizado que acompanhará a gestão de trânsito animal e vegetal, a rastreabilidade animal e a inspeção e a fiscalização de produtos de origem animal. “A partir de agora, os estados e o Distrito Federal poderão fornecer regularmente ao Mapa dados para um banco único de informações”, diz o coordenador de Articulação Institucional da Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA) do Mapa, Diego Costa.

O desenvolvimento da Plataforma de Gestão Agropecuária é resultado de parceria do Mapa com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA). Ela vai gerir e disponibilizar informações sobre os diferentes setores do agronegócio brasileiro, como a defesa agropecuária. A plataforma também poderá ser usada por unidades da Federação que ainda não disponham de sistema informatizados. A portaria que instituiu o sistema, assinada pela ministra Kátia Abreu, foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira.

A ferramenta vai disponibilizar relatórios e informações sobre o setor agropecuária, como a quantidade de animais por unidade da Federação (estados e municípios). “Além disso, a Plataforma de Gestão Agropecuária permitirá controlar o uso de códigos de identificação única das diferentes espécies de animais, além de possibilitar a rastreabilidade individual de bovinos”, destaca Costa. Os produtores vão poder pesquisar na plataforma dados sobre a área de suas propriedades, o saldo de animais, as guias de trânsito de entrada e saída e as vacinações que foram aplicadas nos animais.

Embora tenha sido instituída nesta sexta-feira, a plataforma já conta com 4 milhões de estabelecimentos rurais cadastrados. Isso porque ela vinha sendo alimentada, desde 2009, com dados do Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária (Suasa), fornecidos pela União, estados e municípios. Os produtores rurais também inserem dados no sistema.

Fonte: Maxpress
 


Últimas Notícias 
25/09/2017
» Movelsul Brasil: edição de 2018 reforça o design como diferencial competitivo
25/09/2017
» UBM Brazil e Abralog anunciam parceria
25/09/2017
» #BGS10: Ingressos para edição histórica da Brasil Game Show estão se esgotando
25/09/2017
» Foz do Iguaçu, no Paraná, recebe em 2018 o maior evento de águas termais do mundo
25/09/2017
» MTur faz visita técnica às obras do Centro de Convenções de Teresina
mais...
  buscar notícias: