Atenção:

Para navegar no site habilite o "JavaScript" em seu navegador (browser) de internet!
 
 
 
Destaques
 
Notícias Online
 
  buscar notícias:
 
31/08/2015
FIESP lidera missão empresarial à Italia para promover exportações brasileiras

Presidente da Fiesp/Ciesp, Paulo Skaf, lidera missão com cerca de 15 empresários. Foco será nos setores agroalimentar, metal mecânico, energias renováveis, biotecnologia, tecnologia da informação e cosméticos

O real desvalorizado frente ao dólar ajuda a impulsionar as exportações brasileiras, dando um fôlego para a balança comercial do Brasil, que tem enfrentado uma crise econômica acentuada. Para ajudar a promover o aumento no fluxo de produtos nacionais vendidos no exterior, a Federação e o Centro das Industrias de São Paulo (Fiesp / Ciesp) - por meio da Rede Brasileira de Centros Internacionais de Negócios (Rede CIN) e através da Confederação Nacional das Indústrias (CNI) e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) – está articulando uma Missão Empresarial à Itália, entre os dias 05 e 12 de setembro.

Liderados pelo presidente da Fiesp/Ciesp, Paulo Skaf, cerca de 15 empresários, representando 12 empresas, irão conhecer de perto o panorama do mercado italiano e europeu além de avaliar as tendências de consumo para os setores agroalimentar, metal mecânico, energias renováveis, biotecnologia, tecnologia da informação e cosméticos.

Os brasileiros também participarão da Expo Milão, que, neste ano, tem como tema “Alimentar o Planeta, Energia para a Vida”. “Temos espaço e temos produtos”, defende Skaf. “É hora de promovermos uma agenda positiva, que contribua para que a indústria seja, novamente, o motor deste país. Esta missão é uma oportunidade para isto.”

Durante a programação ainda estão previstas visitas técnicas a representantes de cadeias de distribuição, centros de pesquisas e parques tecnológicos em diferentes regiões da Itália e seminário técnico com foco em regulamentações e adequações necessárias para acessar o mercado italiano.

Comércio bilateral

Em 2014, o Brasil ocupou a 24ª posição no ranking de origem das importações da Itália. As exportações brasileiras para o país se concentraram em minérios (15,7%), pastas de madeira (14,9%) e café, chá, mate e especiarias (13,8%).

As importações brasileiras de origem italiana foram principalmente de máquinas mecânicas, aparelhos e instrumentos mecânicos (35,8%), automóveis e tratores (8,5%), máquinas elétricas (8,3%) e farmacêuticos (7,3%), ocupando a 17ª mercado de destino das exportações italianas.

Fonte: Assessoria de Imprensa
 


Últimas Notícias 
20/11/2017
» Data, lançamentos, turismo, informação e negócios: os ingredientes da Zero Grau
20/11/2017
» Marcas brasileiras estimam US$ 2 Milhões em negócios após a Expotextil Peru
20/11/2017
» Mercoagro 2018 oferecerá diversas oportunidades de negócios
20/11/2017
» ABRH-Brasil promove Blue Week com descontos para a 44ª edição do Conarh
20/11/2017
» Anfacer fomenta negócios e impulsiona a exportação do setor cerâmico no BCTE
mais...
  buscar notícias: