Atenção:

Para navegar no site habilite o "JavaScript" em seu navegador (browser) de internet!
 
 
 
Destaques
 
Notícias Online
 
  buscar notícias:
 
03/09/2015
Faturamento do Camaru 2015 é estimado em R$ 55 milhões

A crise na economia brasileira parece estar longe do número 100 da avenida Juraci Junqueira Rezende, no bairro Pampulha, zona sul de Uberlândia. No local, onde funciona o Sindicato Rural de Uberlândia (SRU) e onde acontece a 52ª Exposição Agropecuária de Uberlândia (Camaru 2015), até o próximo domingo (6), a expectativa dos organizadores é de que os negócios gerados na feira deste ano alcancem ou ultrapassem os números da última edição, que faturou aproximadamente R$ 55 milhões.

Num balanço preliminar do Camaru 2015, o presidente do SRU, Thiago Soares Fonseca, acredita que os negócios gerados durante os sete dias da feira neste ano – que começou no dia 28 de agosto – devem igualar o valor faturado em 2014 ou até mesmo superar a movimentação do ano passado.

Com a participação de 140 empresas e mais de 200 expositores, incluídos os criadores de bovinos e de equinos, a principal feira agropecuária da cidade também apresenta uma atrativa programação de shows com renomados artistas da música sertaneja.

Segundo Fonseca, a venda de ingressos, que nos três primeiros dias do Camaru (28 a 30 de agosto) foi 20% maior do que o início feira do ano passado, pode chegar a 105 mil ingressos no total dos sete dias, um número 50% maior do que os 70 mil ingressos da edição de 2014. “A grosso modo, existe uma retração na economia brasileira. Mas, por conta do melhoramento genético, os expositores e produtores do Camaru conseguem sentir menor influência da crise”, afirmou o presidente do SRU.

Otimismo

O pecuarista Dagmar José dos Santos, coordenador dos leilões de bovinos da raça Nelore, concorda com o presidente do Sindicato Rural e vislumbra melhorias da economia nacional. “Essa crise não atingiu o melhoramento genético, nem o gado gordo. Por isso, os criadores têm uma visão mais otimista do atual cenário econômico”, disse Santos.

Criador de gado Nelore em propriedades localizadas em Uberlândia e Araguari, o expositor Paulo Roberto Resende da Cunha crê na retomada do setor. “A agropecuária conta com os insumos próximos. Por isso, a retomada do setor acontece de forma mais rápida, se comparada a outras áreas da economia”, disse Cunha.

Para o criador Gustavo Galassi, que coordena os leilões de equinos durante o Camaru 2015, o momento é propício para uma análise realista da atual conjuntura econômica. “Vivemos uma situação de imprevisibilidade. Toda a cadeia produtiva da agropecuária sente uma desaceleração, mas é um quadro que tende a melhorar com o trabalho e o envolvimento de todos os produtores e criadores”, afirmou Galassi.

Serviço

Os próximos shows do “Camaru 2015 – Exposição Agropecuária de Uberlândia” – acontecem nos dias 4, 5 e 6 de setembro, às 22h, no Parque de Exposições Camaru: avenida Juraci Junqueira Rezende, 100, Pampulha. Venda de ingressos no site www.ticmix.com.br e nas lojas Algar Telecom do Center Shopping, do Uberlândia Shopping e do Pratic Shopping. Confira a programação completa do evento no site www.camaruoficial.com.br.

Rodeio profissional

O Rodeio Profissional Camaru 2015 acontece até sexta-feira (4), às 20h30, com eventos realizados na arena de rodeio do Parque de Exposições Camaru. A entrada será gratuita hoje e amanhã. No dia 4, será cobrado ingresso.


Fonte: Jornal Correio de Uberlândia
 


Últimas Notícias 
24/07/2017
» Equipotel: 2017: instalação simula hotel de última geração durante feira de hospitalidade
24/07/2017
» 12ª Eletrolar Show movimenta R$ 1,57 bi em negócios
24/07/2017
» Festejos Juninos movimentam economia e geram emprego no Brasil
24/07/2017
» Marcas brasileiras de moda praia aterrissam em Miami
24/07/2017
» Feira na Rosenbaum celebra 5 anos de existência em edição especial durante a Design Week
mais...
  buscar notícias: