Atenção:

Para navegar no site habilite o "JavaScript" em seu navegador (browser) de internet!
 
 
 
Destaques
 
Notícias Online
 
  buscar notícias:
 
03/09/2015
Expomusic estimula aprendizado musical com Oficinas de Iniciação para crianças

Espaço exclusivo no evento vai concentrar série de atividades que atuam na construção da personalidade da criança. Coordenação fica a cargo de professores especializados em educação musical infanto-juvenil.

A musicalização infantil e a cultura educacional pela música caminham lado a lado com os negócios do setor, e na Expomusic 2015 – 32ª Feira Internacional da Música ganham atenção especial dentro de um projeto, intitulado Musicalização Infantil – Oficinas de Iniciação Musical, no qual crianças e adolescentes podem experimentar a música de maneira agradável e lúdica. As atividades vão acontecer em auditório fechado, nos dias 19 e 20 de setembro, e têm o intuito não só de despertar o dom em futuros músicos, como também contribuir no desenvolvimento social, motor, sonoro e cognitivo da criança.

O espaço conta com a parceria da Jog Vibratom, expositor da feira que apoiou o projeto desde seu início, no ano passado, e que cede uma variedade de instrumentos musicais modelo Orff, como metalofones, xilofones, pequenas percussões, instrumentos de sopro, acessórios, entre outros e da Faculdade e Conservatório Souza Lima que coordena as atividades pedagógicas com dois professores especializados em inicialização musical: Arthur Perissinotto, docente em Música pela FAAM (Faculdade de Artes Alcântara Machado) e com experiência de cinco anos na área de educação musical infanto-juvenil; e a professora, cantora e percussionista, Carol Decris, que possui formação em Artes Cênicas, na Escola Superior de Artes Célia Helena, e cursos de extensão em Arte-Educação e Brincadeiras Musicais.

Perissionotto destaca os diversos benefícios que a música pode ter na vida da criança. “A musicalização infantil desenvolve conceitos básicos, como percepção rítmica, melódica e espacial, coordenações motoras, criatividade e conhecimento/ampliação de repertório artístico. Também promove a concentração e o estímulo das faculdades físicas e neurais. Em meu cotidiano, costumo empregar elementos de Orff, Villems e Schafer, respeitando os princípios de Jean Piaget e Paulo Freire. Cada aluno tem necessidades específicas, mas, ao mesmo tempo, precisa entender suas responsabilidades como futuro cidadão. Por isso, a música é uma das ferramentas mais poderosas na construção da personalidade de uma criança”.

O projeto das Oficinas de Iniciação Musical vai ao encontro da Lei 11.769, que desde 2011 estabeleceu a volta da música ao currículo escolar da educação básica. Conscientes dos seus benefícios para a formação do indivíduo no âmbito social e intelectual, entidades, instituições de ensino e a própria indústria musical, encabeçadas pela Abemúsica, estão engajadas em desenvolver ações concretas para transformar a lei em realidade.


Fonte: Assessoria de Imprensa
 


Últimas Notícias 
29/06/2017
» Balanço: ABF Franchising Expo 2017 aponta caminhos para o crescimento do setor
29/06/2017
» Francal 2017: Maior feira de calçados do País começa neste domingo (2)
29/06/2017
» Ministério do Turismo participa do 12 º Festival das Cataratas
29/06/2017
» Novo formato da Feimafe agrada público e proporciona visitas especializadas
29/06/2017
» Projeto Raiz reúne compradores e investidores internacionais durante High Design - Home & Office Expo
mais...
  buscar notícias: