Atenção:

Para navegar no site habilite o "JavaScript" em seu navegador (browser) de internet!
 
 
 
Destaques
 
Notícias Online
 
  buscar notícias:
 
17/09/2015
Fapesp e Fundação Bunge promovem seminário internacional

Especialistas discutirão contribuições de recentes avanços científicos em benefício do campo e nas cidades

A Fundação Bunge e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) reúnem, em 29 de setembro, das 9h às 12h30, na sede da Fapesp, em São Paulo, especialistas brasileiros e do exterior em “Recuperação de Solos Degradados para a Agricultura” e “Saneamento Básico e Manejo de Água” para apresentar resultados de trabalhos e pesquisa nessas áreas.

O seminário internacional faz parte das atividades do 60º Prêmio Fundação Bunge e 36º Prêmio Fundação Bunge Juventude, concedido este ano às áreas de Ciências Agrárias e Ciências Biológicas, Ecológicas e da Saúde. Na edição 2015, os prêmios integram áreas de conhecimento conectadas – a recuperação de solo está ligada ao destino de resíduos, e tem impacto direto na oferta de água.

As áreas da edição 2015 dos prêmios Fundação Bunge estão sintonizadas com a iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU) de eleger 2015 o Ano Internacional dos Solos, como um alerta para a necessidade de se repensar seu uso e garantir a segurança alimentar do planeta. Cerca de 30% das terras em todo o mundo têm alto ou médio grau de degradação, ou seja, essas áreas tiveram sua capacidade produtiva reduzida por ações naturais ou humanas, como erosão, impermeabilização, salinização ou poluição.

Outro desafio destacado pela ONU é o atendimento sustentável da crescente demanda mundial por água, alimentos e energia com apoio da pesquisa científica e da inovação.

Programação

O programa do Seminário Internacional foi dividido em duas sessões sobre os temas do encontro. Na primeira parte do Seminário, será debatido o tema Recuperação de Solos Degradados para a Agricultura. Diego Antonio França de Freitas, engenheiro agrônomo e professor da Universidade Federal de Viçosa (UFV), apresentará seu trabalho sobre análise de características do solo e manejo para produção vegetal e animal.

Contemplado na categoria Juventude do Prêmio Fundação Bunge 2015, na área de Ciências Agrárias, Freitas diz que é preciso existir uma sintonia entre produtividade e capacidade do solo, e cita o caso das pastagens brasileiras para exemplificar um dos desafios atuais. “Se aumentamos a fertilidade do solo, poderemos produzir mais alimento para o gado e colocar mais bois por hectare. Por outro lado, quanto mais animais pisoteando o solo, maior a compactação e menor a infiltração de água, o que leva a enxurradas e erosão”, explica.

Contemplada na categoria Vida e Obra do Prêmio Fundação Bunge 2015, na mesma área, Marlene Cristina Alves, engenheira agrônoma e professora da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp), falará em seguida sobre os principais desafios para a recuperação de solos degradados. A pesquisadora tem experiência em Física do Solo, com trabalhos sobre propriedades físicas, preparo, manejo, conservação e recuperação do solo e adubação verde.

Na terceira apresentação do Seminário, Martin Diaz Zorita, agrônomo formado pela Universidade Nacional de La Pampa (Argentina) e premiado pela Fundação Bunge & Born (Argentina), em 2002, na categoria Juventude, irá tratar de mudanças nas práticas de manejo do solo e os desafios atuais de produtividade do solo do semiárido do Pampa.

Os debatedores sobre o primeiro tema da reunião serão Eduardo Moacyr Krieger, do Instituto do Coração da Universidade de São Paulo (Incor-USP), Pedro Luiz de Freitas e Sílvio Crestana, pesquisadores da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA), e Sidney Rosa Vieira, do Instituto Agronômico (IAC), em Campinas, São Paulo.

Na segunda parte do seminário será debatido o tema Saneamento Básico e Manejo de Água. Dulce Buchala Bicca Rodrigues, engenheira ambiental e professora da Escola de Engenharia de Lorena da Universidade de São Paulo, vai falar sobre avaliação da segurança hídrica a partir da base conceitual, determinística e estocástica. Dulce, contemplada na categoria Juventude do Prêmio Fundação Bunge 2015, na área de Ciências Biológicas, Ecológicas e da Saúde, estudou a bacia hidrográfica que abastece o reservatório Cachoeira, responsável por aproximadamente 15% da transposição de águas do sistema Cantareira, em São Paulo.

Em seguida, o professor José Fernando Thomé Jucá, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), falará sobre gestão de resíduos sólidos no Brasil e suas consequências na contaminação ambiental. Contemplado na categoria Vida e Obra do Prêmio Fundação Bunge 2015, nessa área, Jucá possui um amplo trabalho focado na área de gestão e tratamento dos resíduos sólidos urbanos, que envolve questões sociais, ambientais, tecnológicas e, principalmente, econômicas.

O pesquisador observa que “o setor movimenta 24 bilhões de dólares por ano, mas tem grande carência de recursos humanos qualificados. Existem poucas tecnologias desenvolvidas no Brasil e uma enorme necessidade de aproveitamento dos resíduos para geração de energia ou para produção de novos materiais a partir da reciclagem”. Segundo Jucá, o Brasil é o quinto maior gerador de resíduos do mundo, com quase 170 bilhões de toneladas/ano, e 42% dos resíduos sólidos urbanos ainda são destinados a lixões e aterros, no país.

Os pesquisadores convidados para os debates da segunda sessão do Seminário são Adalberto Luis Val, do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), José Galizia Tundisi, do Instituto Internacional de Ecologia (IIE), Walter Lazzarini Filho, do Conselho Superior de Meio Ambiente (COSEMA), Virginia Sampaio Teixeira Ciminelli, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), e Carlos Eduardo Morelli Tucci, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRS).

Seminário Internacional “Recuperação de Solos Degradados para a Agricultura” e “Saneamento Básico e Manejo de Água”
Local: Auditório da Fapesp, rua Pio XI, 1500, Alto da Lapa, São Paulo, SP
Data e horário: 29 de setembro, das 9h às 12h30
Programação: www.fapesp.br/9629
Inscrições gratuitas: www.fapesp.br/eventos/bunge2015/registro

Sobre a Fapesp

A Fapesp é uma instituição pública com a missão de apoiar a pesquisa e o desenvolvimento científico e tecnológico no Estado de São Paulo. A Fapesp seleciona e apoia projetos de investigação em todas as áreas do conhecimento, apresentados por pesquisadores ligados a instituições de ensino superior e pesquisa no Estado de São Paulo. Apoia também, entre outros, programas voltados a temas de alta relevância, como a biodiversidade, mudanças climáticas globais e bioenergia. Mais informações: www.fapesp.br

Sobre a Fundação Bunge

Criada em 1955, a Fundação Bunge, entidade social da Bunge Brasil, atua em diferentes frentes, sempre com o compromisso de valorizar pessoas. Nossos programas buscam valorizar o passado, garantindo que os aprendizados vividos não se percam (Centro de Memória Bunge), transformar o presente com ações de desenvolvimento dentro de um tempo e lugar (Comunidade Integrada, Semear Leitores e Comunidade Educativa) e construir o futuro, premiando iniciativas que fazem a diferença (Prêmio Fundação Bunge).


Fonte: Assessoria de Imprensa
 


Últimas Notícias 
21/07/2017
» Set Expo mostra os desafios e as tendências tecnológicas do setor audiovisual
21/07/2017
» Expositores apostam na retomada dos negócios e buscam visibilidade na principal feira de negócios do setor AVAC-R para América Latina
21/07/2017
» Festival de Dança de Joinville atrai turistas de todo o país
21/07/2017
» Showroom de móveis deve movimentar R$ 15 milhões em negócios em Fortaleza
21/07/2017
» Labace 2017 terá 45 aeronaves expostas em Congonhas
mais...
  buscar notícias: