Atenção:

Para navegar no site habilite o "JavaScript" em seu navegador (browser) de internet!
 
 
 
Destaques
 
Notícias Online
 
  buscar notícias:
 
18/09/2015
Fenaostra tem pratos para todos os gostos no CentroSul, em Florianópolis

Décima sexta edição do evento começou nesta quarta-feira no Centro da cidade

Tem cultura, gastronomia, artesanato, boi de mamão e muita, muita ostra. A 16ª Fenaostra foi oficialmente aberta nesta quarta-feira, no Centro Sul, em Florianópolis,e traz diversas opções para quem está disposto a aproveitar a festa. Além das ostras que estão com preços tabelados – R$ 10 a meia dúzia ao bafo, in natura ou com vinagrete, e R$ 18 a gratinada -, os restaurantes também oferecem ao público opções diferentes, como a Ostra à Bulhão Pato, prato que pode ser encontrado no Empório do Mar. Este ano, quase todos os estandes aceitam cartões.

Dona Rita de Cassia, proprietária do restaurante e produtora de ostras e vieiras, explica que o nome do prato foi homenagem a uma grande figura açoriana, o seu Bulhão Pato. Para preparar a receita, ela usa alho, azeite de oliva, alho poró, cebolinha, coentro e, claro, ostras bem fresquinhas.

Para comer

À milanesa, no palito, risoto e pastel: assim os frutos do mar estão sendo servidos. Mas, caso o consumidor queira uma outra maneira de apreciar as ostras, também tem crepe gourmet e batata recheada de ostra no Crepes Mania. E, para a sobremesa, tem do churros ao brigadeiro de colher. Ao todo, são 20 opções de estandes de gastronomia para aproveitar.

De gole em gole

Para beber, chope, cervejas artesanais, caipirinhas e o mercado da cachaça também estão à disposição do freguês. O boteco Zé Mané, por exemplo, tem mais de 30 rótulos da bebida produzidos aqui em Santa Catarina, com destaque para a cachaça de canela, que vem de Luis Alves, que eles oferecem ao público para a degustação.

Arte manezinha

Nos 43 estandes de artesanato é possível encontrar de tudo. Tem tapete, laços, caixas em MDF decoradas, lembrancinhas da terra como camisetas, perfume com aroma das praias, canecas e quadros. Tem opções a partir de cinco reais. Durante o evento, apresentações do folclore local, como o boi de mamão, dança, música e stand up com artistas da terra.

Comendo bem e barato

A equipe do jornal montou algumas opções de pratos até trinta reais. Uma batata recheada de ostra, com um chope ou cerveja artesanal, por exemplo, custa vinte e cinco reais. Já um crepe de ostra ou meia dúzia de ostras ao vinagrete com a mesma bebida sai por vinte reais. De sobremesa, um churros, que sai dez reais.


Fonte: Diário Catarinense
 


Últimas Notícias 
23/06/2017
» Infertilidade figura entre temas do Congresso Internacional de Osteopatia em Campinas
23/06/2017
» Flyworld Viagens Piracicaba participa de Feira de Noivas com pacotes especiais para Lua de Mel
23/06/2017
» Shopping Minascasa realiza 17ª edição da Feira de Artesanato a partir de hoje (22)
23/06/2017
» Gravação a laser Datalogic traz confiança e economia para indústria e comércio
23/06/2017
» Água de Cheiro retoma o negócio com força total
mais...
  buscar notícias: