Atenção:

Para navegar no site habilite o "JavaScript" em seu navegador (browser) de internet!
 
 
 
Destaques
 
Notícias Online
 
  buscar notícias:
 
18/09/2015
Setor de couro brasileiro encerra participação na Lineapelle (Itália)

Se a crise afeta diversos setores da economia, ela não é sentida com tanta intensidade no mercado de produtos de luxo e alto valor agregado. Pelos menos esta é a percepção do presidente executivo do Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB), José Fernando Bello, que acaba de retornar da Itália, onde participou da Lineapelle, renomada feira de moda em couro realizada entre os dias 9 e 11 de setembro, em Milão.

Ao evento, a entidade, que em parceria com a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos) lidera o Brazilian Leather, projeto de internacionalização do setor, levou três curtumes brasileiros para exporem seus produtos. Best Brasil (OCM); JBS Couros e Nova Kaeru Exotic Leathers exibiram seus couros e peles ao lado de fornecedores de alto padrão de toda a Europa, demonstrando toda a competitividade do produto verde-amarelo.

Conforme Bello, da Lineapelle Winter 16-17, os brasileiros saíram satisfeitos. “Os três curtumes presentes receberam grande número de visitantes e conseguiram muitos bons contatos”, garante. Na opinião do presidente executivo do CICB, a Lineapelle é uma prova da força do setor coureiro. “A feira reuniu mais de 600 curtumes. Foi muito bem movimentada e frequentada por grandes marcas. Trata-se de uma feira definitivamente importante no calendário internacional de couros”, observa.

World Leather Congress

No dia anterior à Lineapelle, 8 de setembro, foi realizado, também em Milão, o 2° World Leather Congress. Conhecido como o mais importante evento empresarial do couro em nível mundial, o congresso teve sua segunda edição organizada pela UNIC (Unione Nazionale Industria Conciaria - Itália). Além do presidente executivo do CICB, José Fernando Bello, representou o Brazilian Leather, um dos patrocinadores do encontro, o coordenador da Inteligência Comercial da entidade, Rogério Cunha.

Segundo Cunha o evento foi exitoso ao reunir as principais lideranças mundiais do setor. “Durante o congresso foram debatidos os principais temas e desafios do segmento, ficando evidente que este importante material continuará se destacando como um produto nobre e diferenciado”, comenta. “O couro, cada vez mais, será utilizado pelos setores de luxo, diferenciando-se por sua qualidade e por suas propriedades”, continua.

Como elenca Cunha, o 2º World Leather Congress deu ainda espaço para a discussão dos seguintes temas: inovação e produtividade industrial; ferramentas e importância do uso das mídias e plataformas eletrônicas no setor; produção sustentável; avaliação da disponibilidade de matéria-prima, etc. “Ademais, 17 nações associadas ao ICT (International Council of Tanners) fizeram uma breve exposição do perfil do setor em cada país. Neste contexto, o CICB/Brazilian Leather apresentou os dados do Brasil, dando certa ênfase à CSCB (Certificação de Sustentabilidade do Couro Brasileiro), primeiro selo nacional focado à produção sustentável. Na oportunidade, apresentamos um vídeo sobre o projeto, que parece ter sido bem recebido pelos participantes”, diz.

O primeiro World Leather Congress foi realizado no Brasil, em 2011, no Rio de Janeiro, organizado pelo CICB. O próximo congresso mundial será em 2017, na cidade de Xangai, na China.


Fonte: Apex-Brasil
 


Últimas Notícias 
21/08/2017
» Secretários de Agricultura e Meio Ambiente de São Paulo confirmam presenças na abertura da 25ª Fenasucro & Agrocana
21/08/2017
» Mercomóveis encerra com sucesso em Chapecó e já confirma edição de 2019
21/08/2017
» Brasil será o país convidado na Feira do Livro de Medellín, na Colômbia
21/08/2017
» #BGS10: Brasil Game Show anuncia participação da CD Projekt Red, que terá atrações relacionadas a GWENT: The Witcher Card Game
21/08/2017
» Shimano Fest 2017 reserva dois dias exclusivos para lojistas fazerem negócios
mais...
  buscar notícias: