Atenção:

Para navegar no site habilite o "JavaScript" em seu navegador (browser) de internet!
 
 
 
Destaques
 
Notícias Online
 
  buscar notícias:
 
21/09/2015
São Paulo sedia reunião do Fórum Nacional de Secretários de Energia

Secretários de todo o Brasil e representantes de associações e concessionárias debateram os desafios do setor

Com o objetivo de promover o debate do uso racional dos diferentes tipos de energia e as perspectivas de desenvolvimento do setor, aconteceu nesta sexta-feira, 18 de setembro, no Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo de São Paulo, reunião do Fórum Nacional de Secretários de Estado para Assuntos de Energia (FNSE).

Essa edição do Fórum, que contou com a presença do governador Geraldo Alckmin, foi organizada pela Secretaria de Energia do Estado de São Paulo. “Sou um apaixonado pela federação. Um país é forte quando está unido. A energia, que é a base do desenvolvimento, também é o grande fator de integração nacional”, afirmou Alckmin.

O encontro contou com a presença de representantes de 15 estados, que têm o tema energia em suas pastas. “A pauta energética é um assunto nacional e o Brasil é um país continental, onde cada região tem suas peculiaridades, por isso é fundamental que os estados tenham um Fórum para debater e alinhar suas demandas conjuntas para serem apresentadas ao Governo Federal”, explica o secretário de Energia do Estado de São Paulo, João Carlos de Souza Meirelles.

O secretário executivo do Ministério de Minas e Energia, Luiz Eduardo Barata, comentou o apresentou o quadro do setor. “Vivemos um momento de dificuldades no setor elétrico. Nós do Ministério ouvimos críticas e sugestões para trabalharmos de forma integrada as soluções dos problemas”, disse.

Para o diretor geral da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), Romeu Rufino, “os desafios serão sempre compatibilizar a geração com a transmissão em longa distância e diminuir atrasos dos empreendimentos”.

“Nós queremos ser ouvidos cada vez mais. O preço do gás, por exemplo, é assunto do Fórum. O nosso papel é criar consensos para ajudar nas questões de energia”, disse o presidente do Fórum e secretário de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços do Rio de Janeiro, Marco Capute, que também apresentou o tema petróleo, gás natural e petroquímica.

Já o presidente executivo da Abegás (Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado), Augusto Salomon, falou sobre os desafios da cadeia tributária do setor energético e destacou a participação do gás. “Precisamos aumentar a oferta de gás natural no Brasil, diversificando os ofertantes. A troca operacional de capacidade de abastecimento de gás natural deverá ser um vetor de expansão de novos volumes”, explica.

Por fim, o executivo da Copel (Companhia Paranaense de Energia), Franklin Miguel, debateu com os secretários um pacto do setor elétrico. “O acordo setorial tem que evitar o aumento da dependência da geração intermitente e dos preços”, afirmou.

No encontro, foram discutidas também questões relativas às ações do Fórum, incluindo alterações no estatuto que modificou o nome para Fórum Nacional de Secretários de Minas e Energia – FME, e criou a vice-presidência de mineração. Agora somam sete vice-presidências.

Sobre o Fórum

O Fórum Nacional de Secretários de Estado para Assuntos de Energia, renomeado Fórum Nacional de Secretários de Minas e Energia – FME foi instituído em 1995 com a finalidade de promover o debate em torno das questões energéticas do país e de ser um mecanismo de interlocução dos governos estaduais com o governo federal, as organizações empresariais e as instituições da sociedade civil organizada.

A entidade conta com a participação das 27 unidades da federação, tem a missão de contribuir para o aperfeiçoamento da política energética brasileira e articular o fortalecimento da atuação das secretarias estaduais para assuntos de energia. É considerado um espaço de discussão apartidário e pluralista.

Como órgão de representação o Fórum mantém assento nas seguintes instituições do governo federal: um representante no Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), cujo titular é o secretário de Energia do Estado de São Paulo, João Carlos de Souza Meirelles; e cinco representantes na Empresa de Pesquisa Energética (EPE), um por região do Brasil.

O Fórum segue os seguintes eixos estratégicos que norteiam sua atuação:

1 - Política energética: atuar junto ao Poder Executivo e o Congresso Nacional sobre o encaminhamento da questão energética nacional, acompanhar o planejamento e o marco regulatório do setor energético, propor a condução da política energética brasileira.

2 - Legislação do setor energético: analisar e acompanhar a legislação pertinente ao setor energético, propor alterações e adequações na legislação do setor energético, articulação institucional e realização de projetos estaduais e regionais de interesse comum na área energética, integrar as propostas do Fórum com iniciativas do setor empresarial, de instituições do setor energético (públicas e privadas) e de organizações da sociedade civil, visando soluções para suprimento energético no país. Acompanhar as orientações e ações do ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico)

3 - Comunicação com a sociedade: promover seminários, workshops e disponibilizar informações.

São desafios prioritários e estratégicos a serem tratados no âmbito das reuniões do Fórum: segurança no suprimento energético no médio e longo prazo, expansão e diversificação da matriz energética nacional, incluindo o uso de fontes energéticas alternativas e renováveis, plano de contingenciamento do suprimento de gás natural, licitações da Agência Nacional do Petróleo (ANP) e ANEEL, o fortalecimento das ações de combate às fraudes no mercado energético (combustíveis, energia elétrica etc.), a política de utilização do GLP, a oferta de geração de energia elétrica, o fortalecimento dos instrumentos e práticas de proteção ambiental quando do desenvolvimento de projetos energéticos e os programas de conservação e de eficiência energética.

O Fórum é presidido por Marco Antonio Vaz Capute, Secretário de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços do Estado do Rio de Janeiro, e conta com seis vices: vice-presidente de Petróleo e Gás, José Eduardo Farias de Azevedo, Secretário de Desenvolvimento do Estado do Espírito Santo, vice-presidente Regulação e Concessões, Lucas Bello Redecker, Secretário de Minas e Energia do Estado do Rio Grande do Sul, vice-presidente de Energias Alternativas e Renováveis, Eduardo Azevedo, Secretário Executivo de Energia do Estado de Pernambuco, vice-presidente Regional, Renato Rolim, Secretário Adjunto de Energia, Mineração e Telecomunicações do Estado do Ceará, vice-presidente Energia e Sustentabilidade, Altamir de Araújo Rôso Filho, Secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado de Minas Gerais e vice-presidente Planejamento Energético, Paulo Roberto Cordeiro, Secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado do Rio Grande do Norte.


Fonte: Assessoria de Imprensa
 


Últimas Notícias 
17/01/2018
» Intermodal vem com novidades em 2018
17/01/2018
» Campus Party 2018 terá espaço exclusivo dedicado ao relaxamento e cuidados com a mente e o corpo
17/01/2018
» Expoingá: Feira Internacional de Artesanato trará difusão de culturas singulares
17/01/2018
» Governador abre 27º Salão do Artesanato da Paraíba nesta quarta-feira
17/01/2018
» Brasil apresenta oportunidades de investimentos em hotelaria e parques em encontro na Espanha
mais...
  buscar notícias:
 
 
Feiras 2019, Feiras 2018, Feiras 2017, Feiras Industriais, Feiras do Brasil, Feiras e Eventos, Feiras e Congressos, Feiras no Brasil, Feiras Brasil, Calendário de Feiras, Calendário Feiras do Brasil, Feiras, Feiras 2019 SP, Feiras 2019 São Paulo, Feiras 2018 SP, Feiras 2018 São Paulo, Eventos SP, Eventos São Paulo, Feiras Anhembi, Feiras Expo Center Norte, São Paulo Expo, Calendário 2019, Calendário 2018, Calendário 2017, Eventos 2019, Eventos 2018, Eventos 2017, Congressos 2019, Congressos 2018, Congressos 2017, Turismo de Negócios, Agenda de Eventos, Agenda de Feiras, Agenda de Exposições, Exposição Agropecuária, Eventos Empresariais, Expo 2019, Expo 2018, Expo 2017, Expo Center Norte, Anhembi Parque, Transamérica Expo Center, Riocentro, Centro de Eventos Pro Magno, Bienal do Ibirapuera, Centro de Convenções Frei Caneca, NFeiras, feiras 2019 brasil, feiras 2018 brasil, calendário brasileiro de exposições e feiras 2019, calendário brasileiro de exposições e feiras 2018, feiras 2019 sp, feiras 2018 sp, calendario de feiras em sp 2019, calendario de feiras 2019, calendário de feiras e eventos 2019, calendario de feiras 2019 brasil, calendario de feiras em sp 2018, calendario de feiras 2018, calendário de feiras e eventos 2018, calendario de feiras 2018 brasil, calendário brasileiro de exposições e feiras, Feiras em 2019, Principais feiras realizadas em 2019, Acesse as feiras que se realizam em 2019, Feiras em 2018, Principais feiras realizadas em 2018, Acesse as feiras que se realizam em 2019, Acesse as feiras que se realizam em 2018, Calendário Brasileiro de Exposições e Feiras, Exposições e Feiras, Expofeiras, Sistema de Gerenciamento de Exposições e Feiras, Eventos & Feiras, Feiras & Negócios, Feiras & Congressos, Calendário das Principais Feiras de Negócios do Brasil 2019, Calendário das Principais Feiras de Negócios do Brasil 2018, Calendário de Eventos, Sistema de Exposições e Feiras, Feiras em Brasil. Calendário de feiras em Brasil, Calendário de Feiras SP 2019, Calendário de Feiras SP 2018, Calendário Brasileiro de Feiras e Eventos, feiras e eventos empresariais, feiras de negócios e eventos empresariais