Atenção:

Habilite o JavaScript em seu navegador (browser) de internet!
Feiras do Brasil: a mais completa e atualizada informação sobre o mercado de feiras
 
 
Destaques & Notícias
 
Notícias Online
 

23/02/2018
AveSui 2018: Paraná puxa crescimento da piscicultura no Brasil

Principais empresas do setor se encontram na AveSui 2018, que acontecerá em Medianeira, no oeste paranaense

A Piscicultura brasileira produziu 640.510 toneladas em 2016. Paraná, Rondônia e São Paulo são principais estados produtores, segundo as estatísticas divulgadas pela Associação Brasileira da Piscicultura (Peixe BR). No total, a atividade movimentou R$ 4,3 bilhões, com geração de 1 milhão de empregos diretos e indiretos. Nesse contexto, o Paraná é o líder em Piscicultura no Brasil. O Estado receberá entre os dias 01,02 e 03 de agosto a AveSui 2018, que neste ano agrega á feira a produção de peixes.

Estes dados fazem parte do inédito levantamento estatístico da atividade feito pela Associação Brasileira da Piscicultura (Peixe BR) e publicado no Anuário Brasileiro da Piscicultura – edição 2016. De acordo com o levantamento, o Estado do Paraná é o líder em Piscicultura no Brasil produzindo 93.600 toneladas de peixes cultivados, somente em 2016. “O Paraná superou as adversidades do ano e, contando com o indispensável trabalho dos projetos aquícolas independentes e, especialmente, das cooperativas e seus produtores integrados, cresceu 17% em 2016”, descreve a publicação.

Outros Estados

A vice-liderança é de Rondônia, que produziu 74.750 toneladas de peixes cultivados em 2016. O crescimento foi expressivo em relação a 2015: 15%. Destaque ao aumento dos projetos de peixes redondos, característica marcante da atividade no estado. São Paulo é o terceiro maior estado em Piscicultura no Brasil, com 65.400 toneladas produzidas em 2016. O estado cresceu 9% em 2016, mantendo a média anual de crescimento e com tendência de maior evolução em função da assinatura do decreto estadual que regulamenta o licenciamento ambiental.

Mato Grosso é o quarto maior produtor de peixes cultivados do país. O estado produziu 59.900 toneladas em 2016. O estado perdeu espaço na atividade, encolhendo 19% em apenas um ano. Santa Catarina é um dos estados líderes na produção de peixes cultivados, mantendo também a média anual de crescimento, atingindo 38.330 toneladas em 2016.

Setor se organiza e pede mais apoio ao Mapa

Os aquicultores brasileiros estão reivindicando que o setor volte a ser regulado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Em audiência com o ministro Blairo Maggi, na sexta-feira (16/02), o presidente da Peixe BR (Associação Brasileira de Piscicultura), Francisco Medeiros, pediu ao ministro apoio à reivindicação do setor. Eles alegam que estão sendo prejudicados por falta de uma política mais especifica para os produtores de peixe em cativeiro. Essa produção envolve uma cadeia que inclui fábricas de ração, medicamentos e frigoríficos, todos fiscalizados e cadastrados junto à Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA) do Mapa.

Essa e outras demandas serão encontrarão espaço para serem ampliadas durante a AveSui 2018, que apresenta à América Latina a força da piscicultura brasileira que em 2017 produziu no Brasil mais de 700 mil toneladas de peixe em cativeiro, sendo mais de 50% de tilápia, que é também o mais exportado. O setor vem crescendo cerca de 15% ao ano, mas, de acordo com a Peixe BR, poderia crescer 25%. O ministro disse que apoia a reivindicação dos produtores.


Fonte: Assessoria de Imprensa
 
 


Últimas Notícias 
30/11/2020
» SET eXPerience Live: O maior debate online sobre temas do mercado de mídia e entretenimento
30/11/2020
» Feira da Loucura por Sapatos está confirmada de 03 a 13 de dezembro
30/11/2020
» Protocolo sanitário da 22ª Expodireto Cotrijal é entregue ao governo do Estado
30/11/2020
» Habemos Whext: festival acontecerá nos dias 3 e 4 de dezembro, com transmissão online
30/11/2020
» Congresso Online de Tecnologia da Informação debate tendências desse mercado
mais...
  buscar notícias: