Atenção:

Habilite o JavaScript em seu navegador (browser) de internet!
Feiras do Brasil: a mais completa e atualizada informação sobre o mercado de feiras
 
 
Destaques & Notícias
 
Notícias Online
 
25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo anuncia sua programação cultural

28/06/2018
25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo anuncia sua programação cultural

Entre 3 e 12 de agosto, acontece a 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, o maior encontro literário da América Latina. O evento é realizado pela Câmara Brasileira do Livro (CBL) e conta com o apoio do Brazilian Publishers, projeto de internacionalização de conteúdo editorial brasileiro realizado por meio de uma parceria entre a CBL e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). A Bienal do Livro reúne editoras, livrarias e distribuidoras nacionais e internacionais, além de contar com uma ampla programação cultural.

Durante dez dias, os visitantes terão contato com autores nacionais e internacionais, em bate-papos e palestras exclusivas. Um dos principais destaques é a “Arena Cultural BIC”, ambiente com capacidade para 400 pessoas que já recebeu nomes como Harlan Coben, Cassandra Clare, Lucinda Riley e Kiera Cass. Confira abaixo os autores brasileiros e internacionais já confirmados:

Autores internacionais

A. J. Finn: formado em Oxford, A. J. Finn é ex-crítico literário e já escreveu para diversas publicações, incluindo Los Angeles Times, The Washington Post e The Times Literary Supplement. A mulher na janela, seu primeiro romance, foi vendido para 36 países e está sendo adaptado para o cinema em uma grande produção da 20th Century Fox. Natural de Nova York, Finn viveu por dez anos na Inglaterra antes de voltar para sua cidade natal, onde mora atualmente.

Charlie Donlea: vive em Chicago com sua esposa e dois filhos pequenos. Um de seus hobbies é pescar em lugares praticamente desertos do Canadá. Essas viagens por estradas paradisíacas inspiraram o cenário para o seu livro de estreia. Ávido leitor, é também apaixonado por música, filmes, seriados e esportes. Quando decidiu escrever seu primeiro livro, preparou-se para produzir algo como tudo o que gosta de encontrar nos seus filmes e livros prediletos: uma história capaz de deixar o leitor refletindo sobre ela por muito tempo depois de terminada a leitura.

David Levithan: autor e editor de literatura Young Adult, o norte-americano David Levithan tem um texto característico, que mistura doçura, humor e sensibilidade, em enredos com personagens de todos os tipos, cores, gêneros e sexualidades. Com a temática LGBTQ+ como carro-chefe, suas obras são publicadas no Brasil pela Editora Galera.

Lauren Blakely: a autora best-seller do New York Times e nº 1 do Wall Street Journal é conhecida por seu estilo contemporâneo de romance que é quente, divertido e sexy. Mora na Califórnia com sua família e planejou romances inteiros enquanto caminhava com seus cachorros. Com quatorze best-sellers do New York Times, já vendeu mais de 2,5 milhões de livros. Seu trabalho foi traduzido em onze idiomas.

Marissa Meyer: a autora mora em Tacoma, Washington, com o marido e os dois gatos. É fã de muitas coisas nerds e apaixonada por contos de fadas desde criança – e não pretende abandonar isso. Ela pode ser ou não uma ciborgue.

Soman Chainani: é fascinado por conto de fadas. Autor best-seller do New York Times, o escritor publica pela editora Gutenberg a aclamada série “A escola do bem e do mal”, que teve seu terceiro volume lançado em 2016. Após uma pausa de dois anos, volta para a alegria dos fãs com o quarto volume em tempo para a bienal de São Paulo. Graduado em Harvard, ainda na universidade escreveu uma tese sobre os motivos pelos quais as mulheres malvadas eram representadas como vilãs irresistíveis. Além de escritor, Soman é um roteirista aclamado, seus filmes já foram exibidos em mais de 150 festivais ao redor do mundo, tendo ganhado mais de 30 prêmios de júri e público.

Tessa Dare: é autora best-seller do The New York Times e do USA Today, com romances de época e eróticos. Seus livros já venderam mais de meio milhão de exemplares e ganharam inúmeros prêmios, entre eles o RITA. Com uma mistura de humor, sensualidade e muita emoção, Tessa escreve tramas que fisgam o leitor desde a primeira página.

Victoria Aveyard: cresceu em uma cidadezinha em Massachusetts e frequentou a Universidade do Sul da Califórnia, em Los Angeles. Formou-se como roteirista e tenta combinar na sua escrita seu amor por história, explosões e heroínas fortes. Sua série “A Rainha Vermelha”, publicada pela Editora Seguinte, já vendeu mais de 400 mil exemplares no Brasil e teve os direitos cinematográficos adquiridos pela Universal. O filme será dirigido por Elizabeth Banks.

Yoav Blum: é autor de “Os criadores de coincidências”, um best-seller instantâneo em Israel antes de ser traduzido para diversos idiomas. O romance foi adquirido pela Editora Planeta após um concorrido leilão e foi publicado no Brasil em 2017. Com mais de 50 mil cópias vendidas em Israel, o livro já teve os direitos adquiridos para o cinema.

Autores nacionais

Mario Sergio Cortella: nasceu em 5 de março de 1954, em Londrina, no interior do Paraná. Quando tinha 13 anos, mudou-se com os pais, irmão e irmã para São Paulo, onde está até hoje. Nesta cidade casou-se, tem dois filhos e uma filha, e estes se desdobraram (por enquanto) em dois netos e uma neta. Formou-se em Filosofia, fez mestrado e doutorado em Educação na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, na qual começou a dar aulas em 1977, com docência e pesquisa na Pós-Graduação em Educação (Currículo) e no Departamento de Teologia e Ciências da Religião. E nela se aposentou como professor titular 35 anos depois. Professor convidado da Fundação Dom Cabral (desde 1996) e do GVpec da FGV-SP (entre 1997 e 2009), foi secretário municipal de Educação de São Paulo (1991-1992). É autor de mais de 35 livros com edições no Brasil e no exterior, além de comentarista da Rádio CBN e da TV Cultura. Nesta edição, apresenta, em parceria com Maurício de Sousa, o livro “Vamos pensar + um pouco?” publicado pela editora Cortez.

Maurício de Sousa: nasceu em 27 de outubro de 1935, em uma família de poetas e contadores de histórias, em Santa Isabel, no interior de São Paulo. Ainda criança, mudou-se para Mogi das Cruzes, onde descobriu sua paixão pelo desenho e começou a criar os primeiros personagens. Com 19 anos, foi para São Paulo tentar trabalhar como ilustrador na Folha da Manhã (hoje Folha de S.Paulo). Conseguiu apenas uma vaga de repórter policial. Em 1959, publicou sua primeira tira diária, com as aventuras do garoto Franjinha e do seu cãozinho Bidu. As tiras de Mauricio de Sousa espalharam-se por jornais de todo o país, levando-o a montar um estúdio que hoje dá vida a mais de trezentos personagens. Em 1970, lançou a revista Mônica e, em 1971, recebeu o mais importante prêmio do mundo dos quadrinhos, o troféu Yellow Kid, em Lucca, na Itália. Seguindo o sucesso de Mônica, outros personagens também ganharam suas próprias revistas, que já passaram pelas editoras Abril e Globo e atualmente estão na Panini. Dos quadrinhos, eles foram para o teatro, o cinema, a televisão, a internet, parques temáticos e até para exposições de arte. Nesta edição, apresenta, em parceria com Mario Sergio Cortella, o livro “Vamos pensar + um pouco?” publicado pela editora Cortez.

Melina Souza: é editora do blog Serendipity que fala sobre suas experiências de vida. Tem um canal no YouTube, que leva seu nome, no qual aborda assuntos como moda, dicas de livros, viagens e decoração. Formada em psicologia, publicou seu primeiro livro, “O guia para ser você mesma”, em 2016.

Monja Coen: é fundadora da Comunidade Zen Budista Zen do Brasil, entidade criada em 2001, com sede no bairro do Pacaembu, em São Paulo. Teve seu primeiro contato com o zen-budismo no Zen Center de Los Angeles, onde fez os votos monásticos, em 1983. Residiu por oito anos no Mosteiro Feminino de Nagoia, no Japão, onde graduou-se como monja especial, habilitada a ministrar aulas de Budismo para monges e leigos. Sob a orientação de Shundô Aoyama Dôchô Rôshi, sua mestra de treinamento, foi a primeira monja líder do mosteiro. Apresenta um programa na rádio Mundial, cujo conteúdo é embasado no livro “Zen pra Distraídos” (Editora Planeta), lançado este ano e sobre o qual falará na bienal.

Pam Gonçalves: produz conteúdo sobre cultura pop para internet com foco em literatura para jovens desde 2009. Formada em publicidade e propaganda, criou também em 2009 o blog Garota it. Hoje se dedica exclusivamente ao canal no YouTube que leva seu nome. Em 2016, lançou seu primeiro livro, “Boa Noite”.

Babi Dewet: sempre fez da música o tema principal em suas histórias, principalmente o universo do pop coreano. Já lançou livros da trilogia “Sábado à Noite”, as coletâneas “K-Pop - manual de sobrevivência - Tudo o que você precisa saber sobre a cultura pop coreana” e “Um Ano Inesquecível”, e a série “Cidade da Música”. Trabalha em eventos de cultura pop. É responsável pelo canal Dramafever, portal de dramas coreanos; comanda seu próprio canal no YouTube e apresenta o programa Ponto Kpop na PlayTV.

Sobre o Brazilian Publishers

Criado em 2008, o Brazilian Publishers é um projeto setorial de fomento às exportações de conteúdo editorial brasileiro, resultado da parceria entre a Câmara Brasileira do Livro (CBL) e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil). A iniciativa tem como propósito promover o setor editorial brasileiro no mercado global de maneira orientada e articulada, contribuindo para a profissionalização das editoras.
 
 


Últimas Notícias 
30/11/2020
» SET eXPerience Live: o maior debate online sobre temas do mercado de mídia e entretenimento
30/11/2020
» Feira da Loucura por Sapatos está confirmada de 03 a 13 de dezembro
30/11/2020
» Protocolo sanitário da 22ª Expodireto Cotrijal é entregue ao governo do Estado
30/11/2020
» Habemos Whext: festival acontecerá nos dias 3 e 4 de dezembro, com transmissão online
30/11/2020
» Congresso Online de Tecnologia da Informação debate tendências desse mercado
mais...
  buscar notícias: