Atenção:

Habilite o JavaScript em seu navegador (browser) de internet!
Feiras do Brasil: a mais completa e atualizada informação sobre o mercado de feiras
 
 
Destaques & Notícias
 
Notícias Online
 
Expo Franshising ABF Rio: microfranquias inovadoras marcaram feira de franquias no Rio

08/10/2018
Expo Franshising ABF Rio: microfranquias inovadoras marcaram feira de franquias no Rio

Sorvete tailandês na chapa e máquinas de café em estabelecimentos comerciais despontaram como opções de negócio na 12ª edição da Expo Franshising ABF Rio. Evento reuniu 20 mil pessoas no Riocentro na semana passada

Um líquido branco sobre uma chapa gelada é manipulado até congelar em um processo que dura menos de cinco minutos. O sorvete típico tailandês é só um dos novos tipos de microfranquias que viraram opção para 20 mil pessoas na 12ª edição da Expo Franchising ABF Rio. Mais de cem marcas foram apresentadas em três dias de evento. A exposição terminou na última semana, no Riocentro, na Barra. Mas deu continuidade a um segmento em expansão. Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o setor registrou aumento de 8,4% no segundo trimestre deste ano, com faturamento de mais de R$ 40,7 bilhões.

A ideia do sorvete tailandês, por exemplo, pode ajudar nesse crescimento. O empresário Antônio Eduardo descobriu esse modelo de negócio enquanto fazia pesquisas na internet em busca de ideias para investir em algo novo. A marca de sorvete foi uma das atrações na feira. Para se tornar um franqueado, é preciso desembolsar pelo menos R$ 60 mil. “Começamos em uma praça. Hoje, estamos em quatro pontos na Baixada. Nosso objetivo foi apresentar um modelo de negócio viável, de baixo custo e lucrativo”, disse o proprietário da Natur-Ice.

Preferência nacional

Se na feira o sorvete foi uma das preferências do público, o que dizer do cafezinho? Não à toa, o Brasil é o maior produtor do mundo e o segundo mercado consumidor da bebida. No entanto, quando se trata de máquinas automáticas, o país fica para trás. De carona nessa lacuna, a Pilão trouxe um modelo de negócio onde o franqueado administra dez máquinas instaladas em pontos de venda.

“Já sou franqueado de uma rede de depilação. Se cada uma das nossas lojas contar com um equipamento, teremos um excelente complemento no fim do mês”, disse o empresário Amaury Junior. O investimento inicial é de R$ 35 mil e inclui treinamento técnico, além de contar com um suporte com retorno num prazo de até 24 meses.
 
 


Últimas Notícias 
25/11/2020
» Mercoagro transferida para 2022
25/11/2020
» MTur promove ecoturismo em congresso sobre Reservas Privadas de Patrimônios Naturais
25/11/2020
» Abracd realizará o Congresso Nacional de Ciência de Dados (CONACD) em dezembro
25/11/2020
» L'Oréal Produtos Profissionais realiza Fórum de Líderes que busca construir o futuro da beleza profissional
25/11/2020
» Fundação do ABC organiza ‘6° Fórum de Sustentabilidade’
mais...
  buscar notícias: