Atenção:

Habilite o JavaScript em seu navegador (browser) de internet!
Feiras do Brasil: a mais completa e atualizada informação sobre o mercado de feiras
 
 
Destaques & Notícias
 
Notícias Online
 
Otimismo na economia vai se refletir na ExpoParanavaí, avalia Mário Hélio

14/01/2019
Otimismo na economia vai se refletir na ExpoParanavaí, avalia Mário Hélio

“As melhores possíveis”. Assim o presidente da Sociedade Rural do Noroeste do Paraná, Mário Hélio Lourenço de Almeida Filho, definiu suas expectativas em relação a 48ª Exposição Feira Agropecuária e Industrial de Paranavaí (ExpoParanavaí). A Expo vai acontecer de 8 a 17 de março, no Parque Costa e Silva, que já está sendo preparado para o maior evento do agronegócio regional e também a principal festa popular do noroeste do Paraná.

Ele explica as razões para o otimismo: “quando assumimos a presidência da Rural, em meados de 2015, o Brasil estava numa grave crise econômica e política e ainda assim conseguimos realizar as exposições agropecuárias. Agora, com os novos governos (estadual e federal) já instalados, a economia dando sinais de recuperação e um crescente clima de otimismo na população temos uma expectativa enorme em relação à próxima Feira”, diz o presidente.

Embora reconheça que até março eventuais medidas anunciadas ou adotadas pelos novos governos ainda não terão efeitos práticos, Lourenço de Almeida aposta que o clima de otimismo que se instalou no país irá se refletir nos negócios atingindo o agronegócio e, por consequência, as feiras agropecuárias. “Estamos saindo de um estado de letargia. E não somos só nós que estamos vendo isso. O mundo está otimista e dá sinais que quer investir no Brasil”, avalia.

Por conta deste novo ambiente, favorável ao aquecimento da economia, o presidente da Sociedade Rural acredita que a próxima edição da ExpoParanavaí deve realizar negócios da ordem de R$ 40 milhões nas atividades de agronegócios: comercialização de tratores e equipamentos agrícolas, troncos de contenção, caminhões e carros utilitários, gado de corte, reprodutores e matrizes etc. “A estimativa desta cifra é com base nos negócios que serão realizados e os prospectados durante os 10 dias de exposição”, explica.

Inovações

Desde a posse da atual diretoria, as exposições agropecuárias de Paranavaí vêm apresentando sucessivas novidades, como o Palco 2 RPC, para dar oportunidade a artistas em início de carreira que talvez não tivessem a oportunidade de se apresentar num evento desta magnitude, o retorno da Vitrine Rural, ainda que de forma compacta, shows de primeira linha beneficentes (este ano será com Rionegro & Solimões), cuja entrada é 1 quilo de alimento, incremento da praça de alimentação com o Food Truck a remodelação dos recintos de leilões – em 2017 foi o de elite, que se transformou num salão multiuso e está sento utilizado para festas de formaturas, casamentos etc, e em 2018, foi o de gado geral, que foi reformado, ampliado, climatizado e colocado dentro das normas do Corpo de Bombeiros e da Vigilância Sanitária.

Este ano o público e os expositores verão atendida uma de suas principais reivindicações, manifestada nas pesquisas que a atual diretoria faz em todas as edições da Expo: a construção de um novo conjunto de banheiros, com capacidade para atender quase que o triplo de pessoas do atual, que está sendo construído em ponto estratégico. A Sociedade Rural vai investir cerca de R$ 300 mil (100% recursos próprios) para dar mais conforto a visitantes e expositores.

O público também notará que a taxa de ocupação do Parque vai aumentar significativamente. “Entre 2016 e 2018, dobramos o número de expositores e este ano queremos que a taxa de ocupação chegue muito perto dos 100% dos espaços disponíveis”, aponta Lourenço.

Economia local

As exposições agropecuárias de Paranavaí têm reflexos positivos na economia local, segundo explica o presidente. Aponta que hotéis, restaurantes, postos de combustíveis percebem claramente este incremento que o evento dá na economia local. “Algumas lojas já começam a colocar a moda country nas vitrines. As de calçados expõem as botas”, comenta.

Além disso, entre 70 e 80% das empresas que participam da praça de alimentação são de Paranavaí e região.

Mas talvez o que mais chama a atenção e se reflete na economia local é a geração de empregos temporários. “O parque de diversões é um bom exemplo: a empresa só traz o pessoal administrativo e os operadores técnicos dos equipamentos. Todo o resto: auxiliares, seguranças, bilheteiros, etc, são contratados aqui em Paranavaí”, conta o presidente.

Um levantamento, feito em 2017, mostra que somente os expositores geraram 1.264 empregos temporários – aqui não estão incluídos montadores e seguranças por exemplo. “Cerca de 85% destas vagas foram ocupadas por gente de Paranavaí. Nossa expectativa é de que este ano, o setor comercial gere mais de 1.500 empregos temporários”, diz ele.

Shows e público

Lourenço de Almeida também avalia que a 48ª ExpoParanavaí pode bater recorde de público. Ele explica que é difícil avaliar o número de pessoas que vão ver os shows. “Nós só temos controle sobre os pagantes. Mas no parque também estão os diretores, associados, expositores, trabalhadores e algumas autoridades que têm livre acesso. O que podemos dizer que um bom show, que chama a atenção do público, é aquele que tem mais de 10 mil pagantes. E os shows contratados para a próxima edição da Expo tem potencial para isso”, explica.

Nesta nova edição da ExpoParanavaí vão subir ao palco principal da Feira, além de Rionegro& Solimões na abertura, no dia 8 de março, Zé Neto & Cristiano (9 de março), Gustavo Lima (dia 15) e Henrique & Juliano (16). “Esta grade é de artistas que estão entre os 10 melhores ou talvez até entre os cinco melhores da atualidade no sertanejo. Então podemos até bater o recorde de 2017, quando tivemos as duas melhores bilheterias das histórias das exposições agropecuárias de Paranavaí”, finaliza o presidente.
 
 


Últimas Notícias 
01/06/2020
» Ministério do Turismo empenha R$ 500 milhões para financiar empresas do setor
01/06/2020
» XI Egepe 2020 será realizado online nos dias 29 e 30 de junho
01/06/2020
» Expoleite: diretoria da Capal adia feira para 2021
29/05/2020
» BIG Digital vai mostrar conteúdo inédito de 13 jogos brasileiros
29/05/2020
» Mercoagro 2020 adotará rigoroso protocolo de segurança
mais...
  buscar notícias: