Atenção:

Habilite o JavaScript em seu navegador (browser) de internet!
Feiras do Brasil: a mais completa e atualizada informação sobre o mercado de feiras
 
 
Destaques & Notícias
 
Assunto do Momento
 
Participação de estrangeiros nas feiras brasileiras crescerá em 2019 e nos próximos anos

Participação de estrangeiros nas feiras brasileiras crescerá em 2019 e nos próximos anos

Diante da expectativa de abertura da economia brasileira e da implementação de um amplo programa de privatizações, consolida-se a tendência de forte crescimento na presença de visitantes e de expositores do exterior em feiras e eventos empresariais que se realizam por todo o país

Sopram novos ventos sobre a economia brasileira. Com o aprofundamento do debate sobre reformas estruturantes imprescindíveis para o desenvolvimento do país, abre-se um novo cenário para a economia brasileira. Temas como relações do trabalho, déficit da previdência, carga tributária, responsabilidade fiscal e tamanho do estado já não são tabus intransponíveis. Pelo contrário, a necessidade de mudanças rápidas e efetivas já conta com significativo apoio de formadores de opinião, da imprensa de forma geral e das principais lideranças do congresso, e, até mesmo, com o apoio não declarado de governadores recém-eleitos que assumem novos mandatos pressionados por grave crise fiscal.

Contando com um ambiente muito menos hostil, o Governo Bolsonaro direciona suas velas com uma visão liberal, acenando com a implementação de programas de abertura e modernização da economia. Neste momento, não se pode ainda avaliar a extensão dos avanços, mas predomina a certeza de que reformas de fato ocorrerão. Por esta razão, a expectativa é que a presença de empresas do exterior e de investidores estrangeiros em feiras realizadas no Brasil, que já se ampliou em 2018, tenha ainda maior crescimento em 2019 e nos próximos anos.

Participação de expositores estrangeiros:
histórico e projeções para os próximos anos


O Calendário Feiras do Brasil é um termômetro da tendência de crescimento da participação de estrangeiros em feiras de negócios realizadas no Brasil, como visitante ou expositor. Após um período de acentuada contração, entre 2016 e 2017, a presença de empresas expositoras vindas do exterior ganhou novo impulso, especialmente ao longo de 2018, e, sobretudo, em setores como agronegócio, infraestrutura, petróleo e energia, tecnologia industrial e novas tecnologias. Isto mostra que a presença de estrangeiros nas feiras brasileiras, que nos últimos vem se situando no patamar de 8 a 10%, tem agora e nos próximos anos um amplo espaço para acentuado crescimento.

Participação de estrangeiros nas feiras brasileiras terá forte crescimento em 2019 e nos próximos anos

É claro que a compilação de dados do Calendário Feiras do Brasil mostra apenas números parciais fornecidos opcionalmente por promotores e organizadores das feiras que constam na publicação e somente neste contexto estes números devem ser entendidos. O importante é constatar que os grandes números confirmam que esta tendência de crescimento se coloca à nossa frente, ao mostrar o crescimento de 15% já verificado em 2018 e ainda projetar algo em torno de 22% para 2019.

Prepare-se para receber mais
expositores e visitantes estrangeiros


Pelos números projetados, além da expectativa de crescimento da comercialização de espaços para exposição e da demanda por produtos e serviços especializados, é preciso também considerar que a vinda de mais expositores do exterior também implicará na presença de mais executivos estrangeiros em viagem de trabalho pelo Brasil, o que deverá beneficiar diretamente todas as atividades relacionadas ao turismo de negócios.

Este cenário se desdobra em oportunidades para toda cadeia produtiva de feiras e eventos empresariais. As empresas que atuam no setor devem então se preparar para atender as expectativas de novos visitantes e de novos expositores que estarão presentes em feiras, exposições, congressos e seminários de olho nas potencialidades da economia brasileira. O primeiro passo é buscar bons parceiros no exterior, que abram atalhos na prospecção e conquista de clientes. Por outro lado, é preciso investir na capacitação de equipes, pois o domínio do inglês e da etiqueta empresarial, somados à habilidade no trato com diferentes culturas, são atributos que vão fazer a diferença.


Fonte: Redação Feiras do Brasil
 
 


Últimos Assuntos do Momento 
» Eventos online já representam 25% do calendário 2020
» Feiras e eventos migram para o formato online
» Impacto do COVID-19 no segmento de feiras e eventos
» Feiras de março: veja os números para o terceiro mês do ano
» Números do setor: 2º trimestre prevê mais de 765 feiras em 178 cidades
mais...