Atenção:

Habilite o JavaScript em seu navegador (browser) de internet!
Feiras do Brasil: a mais completa e atualizada informação sobre o mercado de feiras
 
 
Destaques & Notícias
 
Assunto do Momento
 
Entrevista com Gustavo Chaves: Expectativas do Mercado de Feiras em 2020

Entrevista com Gustavo Chaves: Expectativas do Mercado de Feiras em 2020

Nesta entrevista exclusiva, Gustavo Chaves*, Editor-Chefe do Portal Feiras do Brasil, faz um balanço do mercado de feiras e eventos empresariais e revela suas expectativas para 2020

Nos últimos anos, a economia brasileira passou por um prolongado período recessivo. E em 2019, a retomada do crescimento vem se mostrando muito mais lenta e aquém das expectativas. Na sua visão, como isto afetou o mercado de feiras e eventos empresariais no Brasil?

A promoção de feiras de negócios requer antecipação. Normalmente, aquilo que está acontecendo hoje é resultado daquilo que foi decidido no mínimo 24 meses atrás. Então, para responder a sua pergunta, é necessário olhar o mercado por um período muito maior.

Voltando aos anos 2.000, nos deparamos com um longo período altamente positivo para a promoção e organização de feiras. Diante das expectativas promissoras que, naquele momento, cercavam a economia brasileira algumas das mais importantes empresas internacionais se instalaram no Brasil mediante aquisições e fusões. Por outro lado, as promotoras e organizadoras brasileiras, de uma forma geral, aproveitaram o bom momento para se profissionalizar e ampliar a capacidade de investir.

E, além disso, aos primeiros sinais da crise política que desaguou na profunda recessão que se seguiu ao período de bonança, também souberam antecipar a mudança de estratégia, passando a priorizar o desenvolvimento de parcerias, o reagrupamento de feiras em um mesmo espaço e nas mesmas datas e o reposicionamento de feiras direta ou indiretamente concorrentes.

Tudo isto contribui para que o setor, nos dias de hoje, se mostre fortalecido e com capacidade para investir, no momento em que a economia brasileira caminha, ainda lentamente, para um novo ciclo de crescimento. Não por acaso, o setor, superando todas as mais otimistas previsões, cresceu mais de 22% em 2019. Isto reforça as expectativas de que o setor continuará crescendo nos próximos anos.

Já entramos na reta final de 2019. Qual o balanço do Mercado Feiras e Eventos Empresariais neste período de tantos desafios para a economia brasileira?

Foi um ano de surpreendente crescimento. O Calendário Feiras do Brasil 2019, por exemplo, registra mais 3.400 eventos, a maior marca de todos os tempos.

O grande destaque foi a movimentação em direção às novas demandas geradas no âmbito do meio ambiente, empreendedorismo, novas tecnologias, sustentabilidade, mobilidade humana, alimentação saudável e qualidade de vida, além do

São mudanças de comportamento que avançam a passos largos por toda a sociedade e que resultam em novos mercados em franco crescimento. Dentro deste contexto é possível entender porque em 2019 foram efetivamente realizados mais de 500 novos eventos, outro surpreendente recorde histórico registrado no período. Com isto a disputa por espaço nestes mercados promissores continuará muito acirrada em 2020 e nos próximos anos.

Outro ponto de destaque foi o crescimento qualitativo dos eventos de tecnologia, inovação e empreendedorismo digital. Marquei presença em vários deles e posso dizer que uma nova geração de promotores e organizadores está chegando para oxigenar o mercado de feiras no Brasil. Uma nova visão está em gestação com foco em mais conteúdo, mais experimentação direta e networking. Isto vai certamente vai mexer com os eventos empresariais que infelizmente, vejo envelhecer a cada ano.

E finalmente, 2019 mostrou que segmento de feiras e eventos empresariais tem musculatura para continuar crescendo nos próximos anos. Isto me deixa muito otimista.

E já falando de 2020, o que podemos esperar do próximo ano? O setor crescerá como em 2019?

A expectativa é que teremos pela frente mais um ano agitado. O Calendário Feiras do Brasil 2020, que lançamos nos primeiros dias de setembro confirma a projeção de que teremos pelo menos 3.000 ao longo período.

Mas, não se pode esperar que o crescimento de 2019 não se repita em 2020. Conversas que tenho mantido com executivos do setor, revelam que em 2020 o mercado espera crescer 5%. Mostram também que o foco da atuação destes executivos está centrado na consolidação dos eventos lançados e na necessidade de agregar valor aos eventos tradicionais com o uso intensivo de novas tecnologias e inovação, além do desenvolvimento de novas parcerias. Com isto muitas novidades estão a caminho, inclusive em eventos muito tradicionais.

Assim, na minha avaliação, tudo indica que o segmento de feiras e eventos empresariais se manterá ainda mais resiliente e saudável. Então a expectativa é que teremos pela frente um 2020 repleto de boas feiras e de bons negócios.


Gustavo Chaves - Feiras do Brasil   (*) Gustavo Chaves é Engenheiro, Jornalista, Conferencista e Editor-Chefe do Portal Feiras do Brasil.


Fonte: Redação Feiras do Brasil
 
 


Últimos Assuntos do Momento 
» Feiras e eventos migram para o formato online
» Impacto do COVID-19 no segmento de feiras e eventos
» Feiras de março: veja os números para o terceiro mês do ano
» Números do setor: 2º trimestre prevê mais de 765 feiras em 178 cidades
» Feiras 2020: veja os números atualizados do 1º trimestre
mais...