Atenção:

Habilite o JavaScript em seu navegador (browser) de internet!
Feiras do Brasil: a mais completa e atualizada informação sobre o mercado de feiras
 
 
Destaques & Notícias
 
Notícias Online
 

02/03/2018
IBTeC mostra na Fimec laboratório de análise componentes de calçados

Com a retomada das exportações, as indústrias passaram a ter necessidade de laudos que comprove que os componentes usados na produção de calçados não possuem substâncias químicas acima dos níveis permitidos pelos países que estão comprando nossos produtos.

Para mostrar o trabalho que vem fazendo nesta área, o IBTeC estará com um mini-laboratório na Fimec, de terça 6 a quinta-feira 8 de março nos pavilhões da Fenac em Novo Hamburgo. O espaço estará disponível para visitação no estande institucional da entidade, junto da Fábrica Conceito, no Pavilhão 3 da feira.

O objetivo, segundo o vice-presidente do Instituto, Valdir Soldi, Doutor em Química, e responsável pelos laboratórios, “é divulgar o trabalho que estamos fazendo em benefício da indústria calçadista”. O vice-presidente do IBTeC chama a atenção para o fato de que “as exigências do mercado internacional quanto aos cuidados com a saúde dos consumidores e meio ambiente são cada vez maiores”. O IBTeC emite laudos que garantem a entrada dos produtos nacionais em outros países. O laboratório possui certificações e acreditações de organismos nacionais e internacionais para emitir os laudos que comprovam a conformidade dos produtos exportados. Os ensaios são feitos para atender cada legislação especificamente.

A percepção no IBTeC, segundo Valdir Soldi, é que o mercado nacional também está buscando formas de se adequar às exigências que são feitas em nível internacional, “em um movimento que deixa claro que nossas indústrias querem estender para os consumidores brasileiros os cuidados com a saúde dos usuários de calçados”. Na verdade, o que ocorre é que as indústrias que certificam componentes e produto final para as exportações normalmente usam os mesmos materiais para o mercado interno. A perspectiva é de que em pouco tempo o Brasil terá sua própria legislação adequada com as demandas internacionais. O IBTeC trabalha para que “muito antes de chegarmos a este nível em termos legais, já estejamos com as indústrias certificadas também para a produção nacional”.


Fonte: Assessoria de Imprensa
 
 


Últimas Notícias 
26/10/2020
» Concrete Show Xperience: evento 100% online é aposta para conectar o setor da construção
26/10/2020
» Zero Grau: empresas engrossam mix de lançamentos em primeira feira presencial na retomada do setor calçadista
26/10/2020
» Embrapa lança IX Congresso Brasileiro de Soja e Mercosoja 2021
26/10/2020
» Feira do Empreendedor do Sebrae está com inscrições abertas
26/10/2020
» 1ª Conferência da Plataforma Nacional de Mobilidade Elétrica acontece de 16 a 19 de novembro
mais...
  buscar notícias: