Atenção:

Habilite o JavaScript em seu navegador (browser) de internet!
Feiras do Brasil: a mais completa e atualizada informação sobre o mercado de feiras
 
 
Destaques & Notícias
 
Notícias Online
 

06/03/2018
Repetindo a dose: compradores na Fimec

Quatro grandes empresas dos setores de couros, componentes para calçados e equipamentos para indústria de calçados desembarcaram nesta semana no Brasil para participar do projeto comprador organizado pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), em parceria com o Centro da Indústria de curtumes do Brasil (CICB), a Associação de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal) e a Associação Brasileira das Indústrias de Máquinas e Equipamentos para os setores do couro calçados e afins (Abrameq).

O projeto acontece no âmbito da 42ª Feira Internacional de Couros, Produtos Químicos, Componentes, Máquinas e Equipamentos para Calçados e Curtumes (Fimec), que será realizada entre os dias 6 e 8 de março, na Fenac, em Novo Hamburgo (SC).

Na última edição do projeto, em 2017, as quatro empresas convidadas participaram de rodadas de negócios entre empresas (B2B) e visitas técnicas. Nesta edição foram convidadas quatro empresas, três russas e uma do Uzbequistão, são elas: Makro (Rússia), maior importadora russa de couros e componentes para calçados; Vector (Rússia), maior importadora russa de couros e componentes para móveis; Leder 99 (Rússia), importante importadora de couros naturais para móveis e estofamento automobilístico; Vodiy Shoes (Uzbequistão), fábrica de calçados ainda em construção no Uzbequistão, com inauguração prevista para setembro.

“Ao convidar a fábrica do Uzbequistão, estamos apostando no futuro. Esse país da Ásia Central atualmente conduz um projeto de desenvolvimento da indústria ligeira, com base no setor calçadista e com apoio de governos e bancos de desenvolvimento internacionais. O Uzbequistão já é o maior produtor de calçados da região, mas busca melhorar a qualidade de seus produtos para exportação, sobretudo para o mercado russo”, explica Almir Américo, gerente do escritório da Apex-Brasil em Moscou, que está liderando a ação.

Estratégia

Em 2017 a Apex-Brasil organizou a missão-piloto de compradores da Rússia e Cazaquistão à feira Fimec 2017, em Novo Hamburgo. Como neste anos, o projeto foi concretizado com apoio das mesmas associações brasileiras dos setores envolvidos: CICB (couros), Assintecal (componentes para calçados) e Abrameq (equipamentos para indústria de calçados), todas participantes da feira.

“A partir da desvalorização do rublo (moeda oficial da Rússia), em meados de 2014, a produção local de calçados teve um sensível aumento. Após pesquisa realizada pela Apex-Brasil, que possui um escritório na Rússia, percebemos uma crescente demanda no país por matérias primas, como couros e componentes, em sua maioria importados” relata Américo.

Além das visitas organizadas pelo projeto, durante a feira, as quatro empresas russas se reuniram com 52 empresas brasileiras e, após um ano, importam regularmente do Brasil couros, componentes e equipamentos.


Fonte: Apex-Brasil
 
 


Últimas Notícias 
01/06/2020
» Ministério do Turismo empenha R$ 500 milhões para financiar empresas do setor
01/06/2020
» XI Egepe 2020 será realizado online nos dias 29 e 30 de junho
01/06/2020
» Expoleite: diretoria da Capal adia feira para 2021
29/05/2020
» BIG Digital vai mostrar conteúdo inédito de 13 jogos brasileiros
29/05/2020
» Mercoagro 2020 adotará rigoroso protocolo de segurança
mais...
  buscar notícias: