Atenção:

Habilite o JavaScript em seu navegador (browser) de internet!
Feiras do Brasil: a mais completa e atualizada informação sobre o mercado de feiras
 
 
Destaques & Notícias
 
Notícias Online
 

06/04/2018
Expocultura 2018 aposta na interatividade com o público

Oficinas, música, dança, artes visuais e muitas outras intervenções artísticas acontecem até dia 15

A Expocultura - exposição, mostras e apresentações de artistas de toda a região-, traz novidades e promete mexer com o imaginário de quem passar pelo Parque de Exposições Ney Braga, durante a ExpoLondrina.

Uma escultura tridimensional em forma de asa, feita em aço carbono, medindo três metros de comprimento, será colocada num local estratégico, na praça do busto de Celso Garcia Cid, para que as pessoas possam interagir. Durante todos os dias, várias outras novidades artísticas estão previstas com artistas das artes visuais, teatro e performances, música, dança e literatura. Serão 20 grupos totalizando 62 artistas que se apresentarão no decorrer da feira.

Consolidada pelo sexto ano e já no calendário oficial da ExpoLondrina, a Expocultura traz o conceito de arte ao vivo. Um formato em que o artista e o público têm contato direto e muito mais rico, pois a troca de informações entre eles ocorre de forma mais intensa. Neste ano, além das já variadas técnicas como kirigami, esculturas, pintura em tela, nanquim, grafite, performances, contação de histórias e música, será lançado na exposição o livro “Enxada – O Presente” , de autoria de André Lima e Ana Maria Garcia Andretta.

O coordenador da Expocultura, Alex Tcho, diz que o objetivo da feira é mostrar como a arte está presente em todo momento. “A manifestação mais antiga de arte é o homem da caverna manchando uma parede, desenhando um formato. E isto está presente até hoje porque a arte é uma forma de expressão de uma sociedade, da necessidade de deixar uma marca. Não se faz arte pra ficar na gaveta, faz pra que todos vejam e interajam. Queremos aproveitar este espaço para que o público experimente, faça oficinas, interaja e deixe sua marca, sua identidade”, explica Tcho.

A expectativa é que intervenções artísticas, como a asa que ficará exposta, mexa com o imaginário e leve o povo a interagir. Do artista londrinense Carlos Sato, a escultura é feita em aço carbono com tinta francesa. “ Fiz uma pesquisa grande sobre a dinâmica da asas. Esta asa tem um movimento pra frente que dá a impressão que ela vai te abraçar. Acho que vai chamar a atenção do público”, diz Sato.

Segundo Alex Tcho, a Expocultura está abrindo espaço para artistas novos de Londrina e região, como os músicos Thaise Molin, de Londrina, e Adolpho, de Maringá. E ainda o estudante Gustavo Rodrigues, que fará desenhos utilizando pena de bambu. “Vamos ter os artistas produzindo o trabalho ao vivo. Estamos levando a galeria até o público. Isso é muito gratificante. Este ano a gente quer que a interação com o público seja a marca da Expocultura”, pontuou.

Estão confirmadas cinco oficinas de artes visuais que irão ocorrer no decorrer do dia em horários variados.

Abertura da Expocultura nesta sexta-feira

Abertura oficial da Expocultura será nesta sexta-feira (6), às 18 horas, nas tendas montadas na praça do busto de Celso Garcia Cid. Várias atrações estão programadas como apresentação da dançarina Zharroe Raysel, apresentação da banda Weste Space, de Apucarana, e dos músicos Thaisi Molin (Londrina) e Adolpho (Maringá).

Serviço

Abertura Expocultura
Horas: 18 horas
Local: Praça do Busto de Celso Garcia Cid


Fonte: Assessoria de Imprensa
 
 


Últimas Notícias 
30/11/2020
» SET eXPerience Live: o maior debate online sobre temas do mercado de mídia e entretenimento
30/11/2020
» Feira da Loucura por Sapatos está confirmada de 03 a 13 de dezembro
30/11/2020
» Protocolo sanitário da 22ª Expodireto Cotrijal é entregue ao governo do Estado
30/11/2020
» Habemos Whext: festival acontecerá nos dias 3 e 4 de dezembro, com transmissão online
30/11/2020
» Congresso Online de Tecnologia da Informação debate tendências desse mercado
mais...
  buscar notícias: