Atenção:

Habilite o JavaScript em seu navegador (browser) de internet!
Feiras do Brasil: a mais completa e atualizada informação sobre o mercado de feiras
 
 
Destaques & Notícias
 
Notícias Online
 

23/04/2018
Hair Brasil 2018 encerra com crescimento de 6% em visitação

Feira confirma a expectativa de retomada no mercado de beleza

A 17ª edição da Hair Brasil - Feira Internacional de Beleza, Cabelos e Estética, que aconteceu entre 14 e 17 de abril, no Expo Center Norte, em São Paulo, mostrou a retomada do crescimento no setor de beleza e a expectativa desse mercado para bons negócios durante o ano de 2018.

Fato que foi confirmado com o aumento de 6% na visitação da feira na comparação com a edição de 2017. Durante quatro dias, a Hair Brasil recebeu mais de 95 mil visitantes vindos de todo o Brasil e de outros 25 países. O evento transforma São Paulo na "Capital da Beleza" e repercute sua força no segmento do turismo de negócios, já que atrai mais de 300 caravanas de todas as regiões.

"Estamos muito felizes com o sucesso dessa edição, que atingiu nossas expectativas em termos de visitação e também em geração e prospecção de negócios. Durante quatro dias, a Hair Brasil recebeu uma visitação altamente qualificada de profissionais que estiveram na feira em busca de novos produtos, serviços e também para se atualizarem por meio do nosso Fórum de Beleza. O que mostra a força do setor neste momento", disse Jeferson Santos, diretor geral da feira.

Vitrine do Setor

A reunião de mais de 900 marcas expositoras nacionais e internacionais destaca a Hair Brasil como a principal plataforma de negócios e a vitrine escolhida para fabricantes lançarem seus produtos e novos serviços.

Cabeleireiros, manicures, visagistas, maquiadores, esteticistas, administradores de salões e clínicas de beleza, também elegem a Hair Brasil como seu grande momento de atualização, não só em produtos, mas também em informação educacional.

E para criar o melhor cenário para reunir as lideranças do setor, promover a troca de experiências e gerar novos negócios, a direção e os expositores da Hair Brasil 2018 investiram cerca de R$ 20 milhões na estrutura, montagem, decoração, divulgação e organização do evento. Com esses investimentos, a feira movimentou, não só o setor de beleza, mas também a economia da cidade.

A próxima edição da Hair Brasil já está marcada para 13 a 16 de abril de 2019.

O consumo de beleza

Quase um quarto da população brasileira assume ter o hábito de gastar mais do que realmente pode com produtos e cuidados estéticos*. Em primeiro no ranking das intenções dos consumidores estão os cosméticos (50,7%). Cuidados com cabelo, unha, barba e pelos chegam a 42,3% *.

Um dos conceitos que podem justificar o aquecimento do setor de beleza tem base no indicador conhecido como Índice do Batom, criado em 2001 pelo presidente da Estée Lauder, Leonard Lauder, que se baseia na estatística de que as vendas de cosméticos sobem em razão proporcional à queda do poder de compra dos consumidores.

Em janeiro e fevereiro deste ano, o setor obteve um superávit comercial de US$ 9,6 milhões e espera para 2018 superar o crescimento de 2,75% registrado no ano passado, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec). Para a retomada do segmento, que até 2015 registrava crescimento acima do PIB e dos demais setores da indústria, as empresas participantes da Hair Brasil apostam no potencial de seus lançamentos e nas oportunidades de negócios que a feira proporciona.

Apesar dos desafios da economia brasileira, em vez dos consumidores comprarem um artigo de maior custo, refugiam-se em produtos mais acessível, como batons, esmaltes e outros produtos de beleza, avalia Jeferson Santos, diretor geral da Hair Brasil. "Esse é um fenômeno que atinge especialmente as mulheres, permitindo que elas desfrutem da sensação de bem-estar e administrem com maior facilidade uma possível perda de autoestima. A incerteza financeira não impede a mulher de investir em pequenos prazeres como cuidar semanalmente das unhas, cabelos ou comprar um novo cosmético", analisa.

Atualmente, o Brasil é o quarto maior consumidor de produtos de beleza e higiene pessoal em todo mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, Japão e China. No ano passado, o segmento de Beleza e Bem-Estar ocupou a terceira posição entre as maiores franquias em 2017, segundo a ABF (Associação Brasileira de Franchising), permanecendo atrás apenas do setor de alimentação e serviços educacionais. O pulo, de 12% para 16% em relação ao ano anterior, revela o quanto as mulheres não abrem mão da estética e os homens estão aderindo cada vez mais aos tratamentos de beleza. De acordo com o Sebrae, cerca de 70% dos brasileiros afirmam que os gastos com beleza são uma necessidade.

Itens de beleza são os mais comprados pela internet

O e-commerce brasileiro deverá faturar R$ 77,5 bilhões em 2018, um aumento de 20,9% em relação ao ano passado, que fechou arrecadando R$ 64,1 bilhões. De acordo com a empresa E-Consulting, as cifras superam as expectativas da consultoria, que há 14 anos elabora a apuração dos dados.

Segundo a consultoria, a previsão é que os itens de beleza e saúde sejam os mais comprados do período, tendo chances de alcançar um volume de pedidos que representaria, aproximadamente, 22% do montante previsto de transações no e-commerce. Moda e acessórios vem em segundo lugar com um volume de 18%.

*Dados de acordo com levantamentos feitos pelo Serviço de Proteção ao Crédito em conjunto com a CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas).

De olho no público masculino

A Hair Brasil dedicou dedicou 10% do espaço de exposição para marcas de cosméticos, acessórios, artigos de decoração e mobiliário feitos especialmente para agradar ao público masculino. Boa parte das empresas participantes dedicou seus esforços para oferecer inovações aos homens. Considerado o mais importante evento profissional de beleza da América Latina, o evento apresentou uma ampla variedade de lançamentos específicos para o público masculino, o qual representa, atualmente, 37% no consumo total de serviços e produtos estéticos.

"A área de beleza masculina cresce a cada edição da Hair Brasil, acompanhando as mudanças de mercado e do comportamento do homem. Nossos expositores trazem para a feira as últimas novidades em produtos, tendências e serviços que vão alimentar esses mercado que ainda tem muito para crescer", diz Jeferson Santos. Diretor-geral da feira.

A constante evolução do poder consumidor dos homens no mercado de beleza despertou as empresas para um novo movimento junto a esta categoria. O que antes se resumia a produtos para barba, sabonetes e xampus, hoje, outros serviços, como depilação, esfoliação e manicure, até então destinados basicamente às mulheres, também são procurados por eles.

Os homens estão mais vaidosos e as atenções vão, desde os cabelos, até marcas de expressão, redução de medidas abdominais e procedimentos de rejuvenescimento. Nos últimos cinco anos o segmento masculino de beleza dobrou e deve continuar crescendo 7,1% até 2019. De acordo com o Global Industry Analysts Inc, estima-se um crescimento do mercado global masculino ainda mais expressivo, em cifras que podem chegar a US$ 43,6 bilhões até 2020.

O mercado brasileiro de cosméticos masculinos também está em ebulição. As marcas entenderam os desejos desses consumidores e focaram na qualidade e na entrega de soluções inovadoras para os homens, possível somente, através de intensas pesquisas para resultar em produtos com formulação correta e ativos poderosos.

Além dos produtos inovadores, a Hair Brasil também foi palco para a Batalha dos Barbeiros. Em um cenário que reproduziu uma barbearia com sinuca, bar, ping pong e diversos outros elementos do universo masculino, aconteceu uma disputa de barbearia artística. Os concorrentes foram julgados por uma equipe técnica e os prêmios para os vencedores foram, além do cinturão, cadeira de barbeiro, máquinas e kits de produtos.

@hairbrasil
#hairbrasil2018
www.hairbrasil.com


Fonte: Assessoria de Imprensa
 
 


Últimas Notícias 
01/06/2020
» Ministério do Turismo empenha R$ 500 milhões para financiar empresas do setor
01/06/2020
» XI Egepe 2020 será realizado online nos dias 29 e 30 de junho
01/06/2020
» Expoleite: diretoria da Capal adia feira para 2021
29/05/2020
» BIG Digital vai mostrar conteúdo inédito de 13 jogos brasileiros
29/05/2020
» Mercoagro 2020 adotará rigoroso protocolo de segurança
mais...
  buscar notícias: