Atenção:

Habilite o JavaScript em seu navegador (browser) de internet!
Feiras do Brasil: a mais completa e atualizada informação sobre o mercado de feiras
 
 
Destaques & Notícias
 
Notícias Online
 
Mercoagro 2018: Salão da Inovação apresenta projetos diferenciados

14/09/2018
Mercoagro 2018: Salão da Inovação apresenta projetos diferenciados

A Mercoagro 2018 - Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da Carne oferece de forma gratuita aos visitantes uma ampla programação científica e eventos paralelos com novidades e tendências do mercado mundial de carnes e oportunidades de negócios. A programação contempla, entre outros eventos e iniciativas, o Salão da Inovação, um espaço para apresentar aos participantes da feira novos projetos selecionados pelo Instituto Senai de Tecnologia em Alimentos e Bebidas, juntamente com outras instituições de ensino.

De acordo com o diretor regional Oeste do Senai, Almeri Dedonatto, o objetivo do Salão é apresentar projetos de instituições e empresas preocupadas em inovar, empreender e solucionar problemas relacionados à cadeia produtiva da carne. Para isso, três grandes painéis foram montados dentro do espaço da Mercoagro 2018. “São trinta projetos à mostra no Parque. Dois painéis estão localizados na interligação entre o Pavilhão Amarelo e o Pavilhão Verde e um está ao lado do Espaço do Senai no Pavilhão Vermelho”, orientou.

Os painéis chamam a atenção de quem passa pela feira, como aconteceu com um grupo de estudantes do Instituto Federal Catarinense, campus Concórdia. A estudante de Engenharia de Alimentos, Camila Oliveira, que visitou a Mercoagro, salientou que o espaço apresenta tecnologia e inovação. “É muito importante para nós que estamos seguindo por esse caminho profissional ver tantos projetos inovadores. Todos são interessantes e inspiradores. Estamos aprendendo muito com toda a feira”, revelou.

Para participar do Salão de Inovação foi necessário submeter o projeto para avaliação. Os melhores pontuados foram aprovados. Todos estão relacionados à cadeia produtiva da carne.

Trabalhos apresentados

Nos painéis podem ser encontrados os seguintes projetos: aplicação de fibra vegetal em salame italiano: oportunidades na melhoria da quebra de peso e redução de umidade; avaliação da eficiência da insensibilização de bovinos abatidos com uso de pistolas pneumáticas de dardo cativo; avaliação da presença de Campylobacter SPP em carcaças de frango: uma revisão; avaliação da qualidade microbiológica de produtos cárneos de pequenas agroindústrias; avaliação da substituição da proteína texturizada de soja por levedura cervejeira em hambúrgueres de carne bovina; avaliação da utilização de tripolifosfato e diferentes métodos de cura e marinação na elaboração de bacon; Cocoriko e Coopig: plataformas de gestão e monitoramento de produtividade para avicultura e suinocultura; desempenho e comportamento de pintinhos submetidos ao estímulo com uso de robô; desenvolvimento de farofa tipo ‘paçoca’ com carne de pescoço de peru desidratada e salgada; desenvolvimento de hambúrguer funcional; desenvolvimento de linguiça frescal suína tipo caipira com adição de hortelã desidratada; desenvolvimento de patê de fígado rã-touro; desenvolvimento de pirão instantâneo de peixe; desenvolvimento de presunto defumado de tilápia com teor reduzido de sódio; desenvolvimento de quibe de cordeiro; e desenvolvimento de linguiça defumada maturada de ovinos.

Também fazem parte da mostra projetos com os temas: detecção de Campylobacter SPP durante o processamento de carcaças de frango; detecção de salmonella em carne mecanicamente separada; efeitos da adição de diferentes culturas starters no desenvolvimento de embutido fermentado com carne suína de matrizes; hambúrguer de frango enriquecido com proteína de fígado; monitoramento em tempo real da temperatura e umidade de produtos refrigerados; nível de anomalia White Striping afeta PH, cor e capacidade de retenção de água da carne de peito de frango; otimização de sistemas produtivos com uso do software agrosimulador e ferramentas de agricultura de precisão; palete híbrido composto de lâmina de papelão e resina polimérica dotado de tecnologia de rastreabilidade RFID; R-SUI sistema de rastreabilidade da carne suína; snack funcional com aproveitamento de subprodutos da indústria de pescado; telemetria e controle de baús frigoríficos; teste de vácuo utilizado na conservação de produtos e embalagens que usam vácuo em seu processo; utilização de compostos fenólicos de resíduos da fabricação de vinho na inibição de Campylobacter de origem avícola; e W-AVIS: a inovação que a avicultura precisa.

Eventos paralelos

Além do Salão da Inovação, diferentes eventos técnicos e científicos estão sendo realizados paralelamente à Mercoagro 2018. O detalhamento de horários, dias, locais e inscrições podem ser encontrados no site www.mercoagro.com.br. A programação paralela é coordenada pelo Senai Chapecó, pelo Sebrae/SC e demais parceiros e estão integrados à coordenação geral da feira.

A Mercoagro segue até esta sexta-feira (14), no Parque de Exposições Tancredo Neves, em Chapecó. A iniciativa é da Associação Comercial e Industrial de Chapecó (ACIC), com apoio das principais entidades do setor agroindustrial da proteína animal.
 
 


Últimas Notícias 
01/06/2020
» Ministério do Turismo empenha R$ 500 milhões para financiar empresas do setor
01/06/2020
» XI Egepe 2020 será realizado online nos dias 29 e 30 de junho
01/06/2020
» Expoleite: diretoria da Capal adia feira para 2021
29/05/2020
» BIG Digital vai mostrar conteúdo inédito de 13 jogos brasileiros
29/05/2020
» Mercoagro 2020 adotará rigoroso protocolo de segurança
mais...
  buscar notícias: