Atenção:

Habilite o JavaScript em seu navegador (browser) de internet!
Feiras do Brasil: a mais completa e atualizada informação sobre o mercado de feiras
 
 
Destaques & Notícias
 
Notícias Online
 
Batuque, pão de queijo e água de coco marcam a inauguração do pavilhão brasileiro na CIIE

07/11/2018
Batuque, pão de queijo e água de coco marcam a inauguração do pavilhão brasileiro na CIIE

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e investimento (Apex-Brasil) realizou nesta segunda-feira, dia 5 de novembro, a inauguração oficial do pavilhão brasileiro na China International Import Expo (CIIE). A cerimônia, comandada pelo presidente da Agência, Roberto Jaguaribe, contou com degustação de comidas e bebidas típicas brasileiras, como cafés especiais, salgadinhos, pão de queijo e água de coco, além de uma performance do grupo Batuque Digital, que literalmente parou o pavilhão institucional.

A cerimônia contou ainda com a participação dos ministros das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, e da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge, além de empresários e entidades setoriais.

Em seu discurso de abertura, Roberto Jaguaribe destacou o papel da Apex-Brasil no apoio às empresas brasileiras que querem acessar o mercado chinês e a importância do CIIE como uma plataforma para fortalecimento da relação entre os dois países. "Faremos todo o possível para que a relação entre Brasil e China seja longa e duradoura, e que não tenhamos a participação na Expo como ação isolada. Precisamos de uma estratégia contínua para um resultado exitoso", afirmou.

Para o Ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços essa é a primeira vez que as empresas brasileiras procuram abrir novos mercados proativamente, já que normalmente "o Brasil sempre foi um vendedor para aqueles que procuram por nós, mas nunca um descobridor de novos mercados". Marcos Jorge destacou ainda que a China é um país estratégico e um importante parceiro comercial, e a Expo impulsionará ainda mais essa relação. "Não tenho dúvidas de que a relação comercial entre o Brasil e a China crescerá e a CIIE fará com que vejamos mais do Brasil na China"

O Ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, destacou em sua fala o discurso do presidente chinês, Xi Jinping, durante a cerimônia de abertura da Expo, quando destacou o ineditismo da Expo, uma vez que o natural é a realização de eventos para se vender produtos, e não para comprar. "Isto mostra uma fase nova na realidade da China, que reforça as reformas que começaram há 40 anos. Com isso, surgem oportunidades extraordinárias para as empresas brasileiras.”

Acompanhe nos canais da agência (facebook, twitter e instagram) como foi a cerimônia.

CIIE

A Apex-Brasil trouxe para Xangai uma delegação de 87 empresas para participar da 1ª edição da China International Import Expo (CIIE). Este grupo de empresários dos setores de Alimentos e Bebidas, Comércio e Serviços, Acessórios e Bens de Consumo e Equipamentos Médicos e Hospitalares apresentará produtos com diferenciais de design, criatividade e inovação, pouco conhecidos dos consumidores e compradores chineses e totalmente aderentes aos padrões de exigência da nova classe média chinesa.

Entre as empresas que a Apex-Brasil está levando para a feira para ampliar e a presença brasileira na China há grandes empresas de setores com oportunidades de crescimento no país como cachaça, cafés especiais, pão de queijo, superfoods, castanhas, moda, calçados, design, futebol, e produtos odontológicos.

“O Brasil é um país criativo, diverso e sustentável, com empresas e marcas de destaque mundial que oferecem produtos e soluções tecnológicas de vanguarda para os desafios globais da nossa sociedade. Tenho certeza que o público que for à Feira em novembro vai se encantar com o que o Brasil tem para mostrar”, afirmou o presidente da ApexBrasil, Roberto Jaguaribe, ex-embaixador Brasileiro na China.

A participação brasileira no evento é coordenada pela Apex-Brasil/MRE, mas conta com a atuação de diversos atores como Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Ministério do Turismo, Confederação Nacional da Indústria, entre outras entidades.

A participação brasileira na feira será organizada em cinco pavilhões – institucional; alimentos e bebidas; serviços; bens de consumo; e produtos de saúde.
 
 


Últimas Notícias 
26/10/2020
» Concrete Show Xperience: evento 100% online é aposta para conectar o setor da construção
26/10/2020
» Zero Grau: empresas engrossam mix de lançamentos em primeira feira presencial na retomada do setor calçadista
26/10/2020
» Embrapa lança IX Congresso Brasileiro de Soja e Mercosoja 2021
26/10/2020
» Feira do Empreendedor do Sebrae está com inscrições abertas
26/10/2020
» 1ª Conferência da Plataforma Nacional de Mobilidade Elétrica acontece de 16 a 19 de novembro
mais...
  buscar notícias: