Atenção:

Habilite o JavaScript em seu navegador (browser) de internet!
Feiras do Brasil
 
     
 
 
     
 
Destaques & Notícias
 
Expoagro Afubra: vem com sugestões para contribuir com inovações na produção rural

15/03/2024
Expoagro Afubra: vem com sugestões para contribuir com inovações na produção rural

A Expoagro Afubra tem foco na inovação, especialmente na apresentação de sugestões para a produção rural sustentável. Esse propósito ficou evidenciado nas manifestações das autoridades presentes no lançamento da edição 2024 da feira, realizado nesta sexta-feira, 1º de março, no Centro Vocacional Tecnológico da Diversificação da Fumicultura do Vale do Rio Pardo (CVT), localizado no Parque de Exposições da Afubra, em Rio Pardo/RS. Com a presença de autoridades, patrocinadores e convidados especiais, o momento foi o marco da largada para o grande evento, que ocorrerá de 19 a 22 de março e que tem uma ampla programação, pensada e organizada para levar o que há de mais novo em tecnologias e serviços para o produtor rural.

Em seu pronunciamento de boas-vindas, o presidente da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), Marcilio Laurindo Drescher, lembrou as parcerias importantes com o governo do Estado, municípios de Rio Pardo e de Santa Cruz do Sul, instituições e entidades para o sucesso da feira, que já está consolidada e continua crescendo. “Nós, da Afubra, coordenamos a feira, mas são infinitas as organizações que contribuem”, disse. “Nesse momento de lançamento, estou no compromisso de dizer que estamos preparados para mais uma grande edição da Expoagro Afubra e damos a todos as boas-vindas”, finalizou Drescher.

E o coordenador geral da Expoagro Afubra, Marco Antonio Dornelles, reforçou a importância dos parceiros na organização da feira que busca levar soluções para os desafios que os agricultores vivenciam em suas propriedades. “É um desafio grande, mas, ao longo do ano, buscamos uma série de agendas com várias instituições para construirmos a programação”, contou, mencionando alguns dos parceiros das atividades oferecidas. Sobre a programação, ele citou atrações como o Fórum de Diversificação de Atividades Rurais, o Primeiro Seminário de Energias Renováveis, o segundo Fórum Florestal e o Seminário de Turismo Rural. Mencionou ainda o Seminário de Pecuária do Leite, o Seminário de Conservação do Solo e Água, o Seminário de Juventude na Agricultura Familiar e o painel ESG (Environmental, Social and Governance). Dornelles destacou ainda as programações do Espaço de Inovação do Agro e de setores como de exposição de animais, espaço do arroz, estande da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) e do Pavilhão da Agricultura Familiar com 216 agroindústrias. “A Afubra sozinha não conseguiria montar uma programação dessas em uma feira anual”, comentou. “Por isso, agradecemos a todas as instituições envolvidas em eventos e mobilização de lideranças de produtores e representantes do governo do Estado e dos municípios”, salientou. “Agradeço também a todos os expositores e patrocinadores, pois grande número de novidades e inovações são encontradas nos estandes de cada expositor”, acrescentou.

O titular da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), Ronaldo Santini, representando o governo do Estado do Rio Grande do Sul, lembrou que a bandeira da secretaria continua sendo irrigação e segurança hídrica. Direcionando-se aos parlamentares presentes, ele disse que é preciso flexibilizar as leis para que a reservação de água possa ocorrer nas propriedades produtoras. Além disso, Santini falou do comprometimento do governo estadual com o setor do tabaco, devido à importância que o setor tem. “Por isso, o governador Eduardo Leite fez questão de ter representante na COP 10 (10ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco) e queremos estimular essa cultura, fazendo com que o nosso produtor tenha a rentabilidade que o tabaco dá”, salientou. Sobre a Expoagro Afubra, o secretário Santini lembrou que a Emater está preparando muito bem seu espaço no parque, além de dar acompanhamento ao Pavilhão da Agricultura Familiar. “Sabemos que 80% das agroindústrias do Estado são comandadas por mulheres e por jovens, o que mostra que as mulheres estão ganhando independência financeira”, comentou.

Por sua vez, o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul, deputado Adolfo Brito, concordou que a irrigação é importante para alavancar a agricultura e que é preciso criar leis que permitam ao produtor rural armazenar água e poder fazer bom uso através da irrigação. “Por exemplo, em Israel chove quatro vezes por ano e eles armazenam a água para irrigar por gotejamento. Então, temos que mudar para melhorar a forma de usar a água”, disse. “A legislação deve ser facilitadora para aumentar a produção rural”, ressaltou. Conforme o parlamentar, o estado gaúcho pagou R$ 360 milhões ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) no ano passado para outros estados que produzem. “Temos que evoluir, ter um projeto para melhorar o setor, principalmente a pequena propriedade”, reforçou. “É preciso dar condições para que os produtores façam açudagem e possam ter reservas”, acrescentou. Sobre a Expoagro Afubra, ele lembrou os benefícios para a produção rural: “Que bom que a Afubra tem credibilidade para fazer o que muitos não fazem em outras regiões pela pequena propriedade rural”.

Representando a Câmara dos Deputados, o deputado federal Heitor Schuch elogiou iniciativas que fortalecem a economia rural, como a do governo gaúcho de criar a Secretaria de Desenvolvimento Rural, do governo federal de programas para os pequenos produtores, e dos municípios da região que instituíram o vale feira rural. “O que mais tenho escutado é em descarbonização, energias renováveis, biofertilizantes, bioinsumos, agricultura de precisão, drones, carros elétricos e isso mostra as mudanças tecnológicas que se fazem presentes”, comentou. “Temos que produzir o que o mundo quer comprar e, para isso, temos que saber exatamente o que esse mundo quer”, explicou. Outros aspectos mencionados por Schuch foram sobre a importância da reservação de água. “Temos que discutir sobre fazer as coisas andarem quando falta chuva ou quando chove demais”, disse. “Precisamos também inserir a discussão sobre seguro rural”, sugeriu. “A agricultura faz seu trabalho, mas os governos estadual e federal precisam também fazer a sua parte”, finalizou.

E o prefeito de Rio Pardo, Rogério Luiz Monteiro, falou sobre a importância dos temas trazidos pela Expoagro Afubra e o potencial para transformar o setor agrícola. “Vivemos uma era que os antepassados jamais poderiam imaginar, com inovação, mas também é preciso preservar nossos recursos naturais”, falou. “São questões que provocam a buscar soluções que também respeitem o planeta. E na Expoagro Afubra temos a oportunidade de ver de perto o que é mais avançado para desenvolver aqueles que estão na linha de frente do trabalho no campo”, constatou. “Essa feira não e apenas uma vitrine de tecnologias, é também um convite ao diálogo e à aprendizagem. Pois inovação não é apenas tecnologias avançadas, é a mentalidade de estar comprometido com soluções sustentáveis”, acrescentou o prefeito.

Serviço:

22ª Expoagro Afubra
Quando: de 19 a 22 de março de 2024
Horários: das 8 às 18 horas
Onde: Parque da Expoagro Afubra - Rincão Del Rey - Rio Pardo/RS
Entrada gratuita

https://afubra.com.br/expoagro.html
 
 
 
Destaque
» Calendário Feiras do Brasil 2024: confira o TOP 5 de setores com mais feiras!
Últimos Destaques 
14/04/2024
» JPR 2024 traz 950 professores e mais de 4500 expositores
14/04/2024
» Fruit Attraction será aberta na terça-feira (16) no São Paulo Expo
14/04/2024
» Fhoresp Experience: federação promove evento de hospedagem e de alimentação fora do lar
14/04/2024
» IFAT Brasil apresentará tecnologias para ampliar eficiência energética e reduzir custos no agronegócio
12/04/2024
» Congresso H&F@Hospitalar discute os desafios, as inovações tecnológicas e o conceito de sustentabilidade aplicado a facilities
mais...
  buscar destaques: