Atenção:

Habilite o JavaScript em seu navegador (browser) de internet!
Feiras do Brasil: a mais completa e atualizada informação sobre o mercado de feiras

 
 

 
Destaques & Notícias
 
Notícias Online
 
33ª Mostratec: 17 colégios dos estados do RJ e SP participam de feira tecnológica que reúne jovens cientistas de 22 países

23/10/2018
33ª Mostratec: 17 colégios dos estados do RJ e SP participam de feira tecnológica que reúne jovens cientistas de 22 países

A feira acontece na próxima semana e vai apresentar 420 projetos.

Pesquisadores dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro participam em peso da 33ª Mostratec - Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia, que ocorrerá em Novo Hamburgo-RS, no Centro de Eventos da Fenac, de 23 a 25 de outubro de 2018, das 13h30 às 21h, com entrada franca. O evento, considerado o maior do gênero na América Latina, terá representantes de 22 países e de todos os estados brasileiros. A Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha, organizadora do evento, estima receber mais de 30 mil visitantes nos três dias do evento. Em São Paulo, as pesquisas advém principalmente de prestigiados colégios particulares, enquanto no Rio a representação vem em sua totalidade, do ensino público, com grande parte dos trabalhos vindos do campus da capital do Instituto Federal.

Na capital paulista, colégios como Dante Alighieri, uma das mais tradicionais escolas paulistanas com mais de cem anos de existência, e o colégio judaico Alef Peretz somam 11 pesquisas na mostra. Juntamente com o Colégio Hebraico Brasileiro Renascença, a maior escola hebraica do Brasil e uma das maiores da América Latina, os trabalhos se destacam pela preocupação com aspectos sociais contemporâneos. O uso excessivo de redes sociais por adolescentes é mapeado pela aluna Beatriz Ramos de Oliveira, do Dante Alighieri, e Júlia Mendes Saraiva, da Alef Peretz, pesquisa o impacto que a rede Instagram e a mercantilização de ideias de beleza femininas impacta a psique de suas usuárias. Já o aluno Davi Galantier Krasilchik, do Colégio Hebraico Brasileiro Renascença, pensa a representação dos problemas sociais do Brasil atual pelas lentes de filmes nacionais da segunda metade do século XXI.

Na cidade do Rio de Janeiro o destaque se dá ao Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia, de onde o total das 7 pesquisas e 17 alunos da cidade inscritos advém. Com foco na área da ciências exatas químicas e biológicas, os trabalhos enfocam o impacto que plantas nativas e populares no Brasil podem ter na indústria farmacológica. Os alunos Yanne Soares Brito Gargalhone, Luis Felipe Silva de Lima e Cristievelin Marques Marinho analisaram a possibilidade de otimização de antibióticos pelo uso de extratos orgânicos da planta "Cumaru", nativa do nordeste. Similarmente, os pesquisadores Felipe da Silva Soares, Daniel Henrique Sousa Figueiredo e Camila Loureiro Borges testaram as propriedades medicinais da "Grumixama", ou cereja brasileira, árvore típica da Mata Atlântica.

No interior de ambos estados, as escolas técnicas têm grande relevância em pesquisas em que ciências químico-biológicas e da computação podem auxiliar problemas contemporâneos. Em Campinas-SP, no Colégio Técnico de Campinas - Cotuca, alunos propõem aplicar o uso de tecnologias recentes na ciência da computação, como inteligência artificial, para amparar pacientes portadores da doença de Alzheimer. Em Nova Friburgo-RJ alunos do Cefet-RJ (Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca) propõe um jogo de computador para ensinar imunologia nas escolas. Na mesma cidade, alunos do Centro de Educação Familiar de Formação por Alternância Rei Alberto I estudam a possibilidade de produzir alimentos sem o uso de insumos químicos, para melhorar a qualidade e segurança dos alimentos consumidos na escola.

A Mostratec reúne jovens cientistas entre 14 a 20 anos de idade de todos os estados brasileiros e do Distrito Federal. Nesta edição da feira serão apresentados 755 projetos divididos entre 420 na Mostratec com estudantes do Ensino Médio e Técnico e 335 na Mostratec Júnior, divididos em alunos do Ensino Fundamental com 263 projetos e da Educação Infantil com 72 projetos, distribuídos em 13 diferentes áreas. Além do Brasil, participam estudantes de 21 países: África do Sul, Argentina, Bielorrússia, Bósnia e Herzegovina, Cazaquistão, China, Colômbia, Dinamarca, Espanha, Estados Unidos, Hungria, Índia, Indonésia, Itália, México, Paraguai, Peru, Porto Rico, Tunísia, Turquia e Uruguai. Paralelamente, o Seminário Internacional de Educação Tecnológica (Siet), os Jogos Mostratec, a Corrida Mostratec - Feevale - Sesc e o Festival Maker Mostratec de Robótica.

Os Prêmios e Incentivos Educacionais estão sendo oferecidos por 33 organizações, estimados em mais de R$ 1 milhão. Entre as instituições que darão prêmios estão: APM, Intel, Broadcom, Corsan, Prefeitura de NH, Sintec/RS, AD Liberato, Braskem, Killing, SKA, Executive, Assembleia Legislativa RS, Informatize, Vilage, Abric, IBTeC, Câmara Municipal de Novo Hamburgo, Orisol, Feevale, Unisinos, Faccat, Univates, Ulbra, UniRitter, Unopar, Ftec, QI, Cursão do Fabão, 20th English, Wizard, TopWay, Aurora Educacional e Menção Honrosa Unesco

Mais informações em www.mostratec.com.br.
 
 


Últimas Notícias 
02/08/2021
» RD Hostel 2021 terá quatro meses consecutivos de programação online e gratuita
02/08/2021
» A Transformação do Mercado Consumidor é tema do 12º Encoad promovido pelo CRA-SP
02/08/2021
» Acav abre inscrições e anuncia a programação do Simpósio de Avicultura
02/08/2021
» Dias de Campo Online da Fundação Procafé serão realizados em 3, 4 e 5 de agosto
02/08/2021
» 10º Congresso Andav: Andav inova e investe em conexões digitais
mais...
  buscar notícias: